A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

17/10/2013 18:07

Delegado vê exagero e descarta “matança” de animais em Cassilândia

Zana Zaidan

A morte de um cachorro por envenenamento registrada ontem (16) na delegacia de Polícia de Cassilândia, a 418 quilômetros de Campo Grande, não é um indício de que a cidade esteja passando por uma “matança” de animais, segundo o delegado que investiga o caso, Alberto Luis Carneiro da Cunha.

Há 15 dias, fato semelhante aconteceu na cidade, mas, segundo Cunha, os dois casos são isolados e não têm relação entre si. O delegado reforça, ainda, que não tem conhecimento de ocorrências semelhantes na cidade. “Por enquanto, nada nos leva a crer que o culpado pelos crimes seja o mesmo. As ocorrências aconteceram em pontos distantes um do outro e com um longo intervalo de tempo”, justifica.

O cachorro foi encontrado por volta das 15 horas, quando o dono do animal chegou, encontrou o cachorro “aparentemente desacordado” e o levou para uma clínica veterinária particular, onde o veterinário atestou a morte do animal por envenenamento. O dono do cachorro, que mora em uma fazenda na zona rural da cidade, registrou boletim de ocorrência, em que constava que as mortes por envenenamento eram recorrentes na cidade.

O mesmo aconteceu há 15 dias, desta vez no perímetro urbano. A polícia fala em envenenamento do cachorro, provavelmente por vizinhos, já que o animal latia bastante.

A delegacia investiga a morte dos dois animais. No caso de ontem, o cachorro será encaminhado para perícia e, no segundo, o laudo será feito com base no exame realizado na clínica particular procurada pelo dono do animal.

Cunha é titular da delegacia de Chapadão do Sul, mas cuida dos casos porque o delegado de Cassilândia está de férias.

Polícia investiga matança de animais em Cassilândia
A Polícia Civil está investigando a suposta matança de animais na cidade de Cassilândia, distante 418 km de Campo Grande. O trabalho ocorre após denú...
Apuração no HR conclui que não houve 'falha ética' em mortes no local
Uma investigação interna realizada pela direção do HR (Hospital Regional) de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande para apurar a mo...
Carreta da Justiça oferecerá serviços a partir do próximo dia 13
Carreta da Justiça, programa do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que oferece serviços do judiciário de forma gratuita, chegará ao mun...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions