A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

02/09/2014 15:34

Depois de "cassar" prefeito, vereador é afastado do cargo por 30 dias

Priscilla Peres
O vereador Paulo Henrique Cançado Soares. (Foto/Arquivo Campo Grande News)O vereador Paulo Henrique Cançado Soares. (Foto/Arquivo Campo Grande News)

Decisão do juiz Cássio Roberto dos Santos, de 31 de agosto, afastou o vice-presidente da Câmara Municipal de Paranaíba, Paulo Henrique Cançado Soares, do cargo por 30 dias. Durante esse período, o vereador está proibido de frequentar a Câmara e de manter contato com servidores da Casa. Soares é candidato a deputado estadual pelo PDT.

Veja Mais
Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento

De acordo com a decisão, o vereador está sendo investigado pelo Ministério Público por irregularidades no processo de afastamento do prefeito do município, Diogo Robalinho de Queiroz, o Diogo Tita (PPS).

No dia 19 de agosto, o prefeito Diogo foi afastado do cargo. Foi criada uma comissão processante pela Câmara Municipal, porém de acordo com o Ministério Público, o presidente não concordou com o afastamento, pedido pelo vereador Paulo Henrique.

No dia seguinte, 20 de agosto, decisão da juíza da 1ª Vara Cível de Paranaíba, Nária Cassiana Silva Barros, determinou o retorno de Diogo ao cargo de prefeito de Paranaíba. A magistrada afirmou que a permanência de Tita no cargo não causaria nenhum prejuízo aos vereadores, que poderão manter os trabalhos da Comissão Processante. Ela entendeu que o afastamento do prefeito compromete a administração municipal ao interromper a continuidade administrativa.

A reportagem tentou falar com o vereador, mas ele não foi localizado por telefone. Ele é filho do ex-governador Marcelo Miranda Soares, que também foi diretor do DNIT (Departamento Nacional de Infraestutura de Transporte) em Mato Grosso do Sul.

Lojas vão estender horário de atendimento durante o mês de dezembro
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
Esposa é presa ao tentar entregar pão recheado com maconha para detento
A esposa de um detento de Itaquiraí, distante 410 km de Campo Grande, foi presa na tarde de ontem (7) tentando entregar um pão recheado com maconha p...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions