A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/07/2014 06:53

Depois de confusão, um morre e outro fica ferido a pauladas

Viviane Oliveira

Um homem morreu e outro ficou ferido após confusão na tarde de ontem (27) na rua Sargento Dilson Freitas, na Vila Glória, em Aparecida do Taboado, a 481 quilômetros de Campo Grande. Márcio José Silva dos Santos, 34 anos, chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital. Joel Aparecido Brites, também de 34 anos, continua internado. Provavelmente os dois foram feridos a pauladas.

Veja Mais
Adolescente é detida ao tentar embarcar para o MT com identidade falsa e drogas
Homem foge depois de agredir enteado e esposa grávida de cinco meses

De acordo com a Polícia Civil, quando os policiais chegaram ao local da ocorrência, Joel estava em frente de uma casa com ferimento na cabeça e a outra vítima, Márcio José, caído em um dos cômodos da residência, também com ferimentos, na cabeça. Os dois foram socorridos e encaminhados para uma unidade de saúde. Márcio não resistiu ao ferimento e morreu no hospital. 

À Polícia, testemunhas disseram que no local as brigas são constantes e o autor do crime era uma pessoa conhecida por "Eduardo". O caso foi registrado como homicídio doloso e lesão corporal e será investigado pela delegacia de Polícia Civil do município.

Ainda conforme a Polícia, no ano passado Joel foi vítima de tentativa de homicídio e consta no registro que o autor dos disparos foi Paulo Eduardo Oliveira da Silva. Dessa forma, de acordo com registro de ocorrência, Paulo Eduardo se torna o principal suspeito.

Adolescente é detida ao tentar embarcar para o MT com identidade falsa e drogas
Adolescente de 16 anos foi detida no Terminal Rodoviário de Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande tentando embarcar para o Mato Grosso, ...
Homem foge depois de agredir enteado e esposa grávida de cinco meses
Gestante de 29 anos, foi agredida pelo próprio marido, de 39, durante discussão na tarde deste sábado (10) em Corumbá, município distante 419 quilôme...



Quer dizer que há um ano já teve o mesmo crime mas a pessoa não morreu, aí a nossa justiça resolveu esperar acontecer de novo para ver se morria alguem, é isso?
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 28/07/2014 08:48:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions