A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

06/04/2015 10:57

Depois de espancar esposa, homem ameaça e debocha da polícia

Liana Feitosa
Acusado já foi detido quatro vezes por agressão contra a esposa. (Foto: TL Noticias)Acusado já foi detido quatro vezes por agressão contra a esposa. (Foto: TL Noticias)

Funileiro de 40 anos, que mora na cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, foi detido pela quarta vez por agredir a esposa, de 34 anos. Na delegacia, o autor disse que a polícia estava perdendo tempo e que a ocorrência “não iria dar em nada”, segundo o site TL Notícias.

Veja Mais
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
PRF apreende carreta com 250 kg de agrotóxicos contrabandeados do Uruguai

A PM (Polícia Militar) foi acionada por um dos filhos dela na noite deste domingo (5), depois de ouvir a mãe apanhando do homem. Ao chegar na residência do casal, no bairro Vila Haro, a Rotai (Rondas Ostensivas e Táticas do Interior) percebeu que todas as luzes do local estavam apagadas, mas que uma criança estava em uma das janelas da casa.

Segundo o TL Notícias, a criança mais nova disse à polícia que havia se trancado no quarto com os outros dois irmãos por que o pai estava batendo na mãe na parte dos fundos da casa.

Ao entrarem no local, os policiais logo encontraram a vítima, que pediu ajuda. Durante a abordagem, o acusado questionou a polícia por ter entrado em seu imóvel. Mesmo com a presença da polícia, ele fez ameaças à mulher. “Você chamou a polícia pra mim, isso não vai ficar assim”, disse.

A vítima, que aguarda medida protetiva da Justiça, afirmou que não deixa a casa com os filhos porque o marido paga o aluguel e ela não tem onde morar.

Diante da situação, foi dada voz de prisão ao funileiro. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da cidade. Na Depac, o autor disse que a polícia estava perdendo tempo e que a ocorrência “não iria dar em nada”, conforme o TL Notícias. O caso será encaminhado à DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher).

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



Infelizmente, a probabilidade é muuuito grande, de que a próxima noticia sobre essa mulher seja a que ela morreu espancada pelo marido e que o mesmo encontra-se foragido ou que irá se apresentar com um advogado.
Não existe medidas restritivas no Brasil. Até que a Policia Militar seja acionada e comparece ao local da agressão a mulher já vai estar morta.
 
Alex André de Souza em 06/04/2015 11:35:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions