A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/07/2014 09:50

Depois de roubarem dois carros, bandidos arrombam caixa eletrônico

Leonardo Rocha
Bandidos arrombaram agência do Banco do Brasil em Sidrolândia (Foto: Sidrolândia News)Bandidos arrombaram agência do Banco do Brasil em Sidrolândia (Foto: Sidrolândia News)

Após roubarem dois veículos, um grupo foi até a agência do Banco do Brasil, no município de Sidrolândia, arrombaram a porta da frente e colocaram explosivo no caixa eletrônico, no entanto apenas a “espoleta” detonou, por esta razão os bandidos seguiram em fulga em um Renaut Clio. Este é o quinto caso do tipo desde o começo de junho.

Veja Mais
Garras suspeita que dois grupos estão explodindo caixas eletrônicos
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

De acordo com o site Sidrolândia News, a ação começou por volta das 2h30 da manhã deste domingo, quando um indivíduo abordou um jovem de 16 anos, que estava chegando em casa, na Rua Tomas Cáceres, no bairro São Bento, obrigando este a pegar as chaves do carro (Gol cor cinza) do seu pai.

Mesmo obedecendo a ordem, o adolescente teve que seguir junto, dentro do carro, até que outra pessoa entrou no veículo e pediu que ficasse de cabeça baixa, sem olhar para eles, aplicando “coronhadas”, como forma de ameaça.

Depois eles seguiram para rodovia, onde outros criminosos entraram no veículo, assim seguindo em direção a agência bancária. Na frente do local, ainda abordaram outro veículo (Renaut Clio), de Luiz Henrique Silva de Souza, que foi usado posteriormente na fuga.

Um grupo de 10 policiais estão realizando rondas nas estradas vicinais e rodovias que ligam ao município de Sidrolândia, no entanto até o momento não houve prisão.

Ocorrências - A onda de ataques aos caixas eletrônicos no Estado está preocupando as autoridade. Desde o início de junho, já houve ações criminosas em Bela Vista, Inocência, Aral Moreira e Corumbá e agora em Sidrolândia, desde o início de junho.

De acordo com as investigações em curso, que contam com o apoio da Garras (Grupo Especializado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), de Campo Grande, a suspeita é que mais de um grupo esteja envolvido nestes casos.

O delegado da Garras, Alberto Rossi, ressalta que apesar dos crimes serem os mesmos, estes foram cometidos em regiões diferentes (distantes) e de maneiras distintas.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais oito por fraude em licitação
A Justiça Federal bloqueou R$ 1.743.189,84 em bens de Edvaldo Alves de Queiroz, o Tupete, ex-prefeito de Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grand...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions