A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

12/09/2012 07:57

Dívida de R$ 80 foi motivação para triplo homicídio em Dourados

Francisco Júnior
Lula e Junior foram apresentados ontem na delegacia de Dourados. (Foto; Dourados Agora)Lula e Junior foram apresentados ontem na delegacia de Dourados. (Foto; Dourados Agora)

Uma dívida de R$ 80 foi a motivação para o assassinato de três homens no último sábado, na fazenda Três Irmãos, em Dourados. A informação foi apurada pela Polícia, que ontem apresentou os dois suspeitos de terem cometido o crime: Junior Pires e Lula Canteiro.

Veja Mais
Polícia Civil de Dourados pede prisão de envolvidos em triplo homicídio
Polícia ouve dois suspeitos de matar três pessoas em fazenda de Dourados

Em depoimento na delegacia, Junior Pires disse que ele e outros indígenas foram convidados a trabalhar na colheita de milho da fazenda e fizeram os trabalhos durante a semana passada. Contou que, no sábado, ele e Lula, o segundo suspeito, após ingerirem cachaça, foram cobrar o pagamento dos trabalhos e começaram a discutir com o capataz da fazenda.

Da discussão vieram as agressões. Junior e Lula teriam se apoderado de duas foices e agredido o capataz, Levi do Nascimento, e outros dois indígenas, Lauro e José Arce, que também participaram do desentendimento, sendo acusados pelos agressores de terem recebido sua parte pela colheita e não repassado aos demais.

Lula negou a participação no crime, mesmo tendo sido acusado por Junior e estando com hematoma no olho. A polícia também desconfia de Lula por ele ter acionado a liderança da aldeia sobre o fato somente no dia seguinte e também por haver vestígios de que o crime possa ter ocorrido com a participação de duas pessoas.

Os dois foram indiciados pelo crime de homicídio doloso qualificado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions