A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

06/08/2014 12:07

Do lado brasileiro da fronteira, festa comemora a independência da Bolívia

Luciana Brazil
As apresentações já são tradicionais na fronteira. (Foto: Divulgação/ prefeitura)As apresentações já são tradicionais na fronteira. (Foto: Divulgação/ prefeitura)

Hoje (6), o município de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, comemora 189 anos de independência da Bolívia. Um ato cívico, preparado pelo Consulado do Estado Plurinacional do país vizinho, será realizado nesta quarta-feira. A festa, que reúne os dois países e se estende durante todo dia, terá apresentações culturais, missa, danças folclóricas, desfile cívico, além de comida e bebida da região.

Veja Mais
Condutor abandona veículo carregado com 800 kg de maconha na BR-163
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário

De acordo com a prefeitura, os festejos começaram cedo, às 9 horas, no Jardim da Independência, onde foram executados os hinos do Brasil e da Bolívia. Estiveram presentes o agente consular da Bolívia no Brasil, Oscar FelixCuellarCuchallo, e a vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon.

Depois do momento cívico, foram realizadas apresentações culturais de músicas e de danças folclóricas com o cantor Felix Alanes e um grupo de dança morenada.

À tarde as festividades seguem com louvor a Nossa Senhora de Copacabana, santa de origem e forte devoção na Bolívia. Às 15 horas, está marcada a celebração da missa na Igreja da Nossa Senhora da Candelária; às 16 horas, começa o desfile folclórico pelas ruas Antônio Maria e Dom Aquino, com destino à fronteira.

Uma característica das festividades em louvor a Virgen de Copacabana é acontecer nos dois lados da fronteira entre Brasil e Bolívia. Ao lado brasileiro, são reservadas as partes religiosa (missa) e folclórica (entrada), com o desfile de devotos em grupos de danças tradicionais pelas ruas da cidade; e ao lado boliviano, a festa com mais dança, comida e bebida.

“Essa festa é uma verdadeira manifestação de fé popular que já soma mais de 11 anos. Iniciada por feirantes e artesãos bolivianos e peruanos, ela destaca nossa fé e nossa latinidade”, disse o presidente do Conselho de Cultura de Corumbá, Arturo Castedo Ardaya.

A vice-prefeita e diretora-presidente da Fundação de Cultura de Corumbá, Márcia Rolon, reforçou o convite à comunidade católica, devotos, e população em geral para participar da celebração e prestigiar o desfile folclórico.

“A festa de Nossa Senhora de Copacabana, em Corumbá, é a maior manifestação cultura de integração fronteiriça de nossa região. Ela já mescla entre brasileiros, bolivianos tanto residentes aqui como do outro lado da fronteira e por isso já demonstra influências que lhe dão um caráter singular”, analisou a diretora-presidente que é mestre em Estudos Fronteiriços pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions