A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/01/2011 12:51

DOF apreende veículo cheio de brinquedos do Paraguai

Viviane Oliveira

Policiais do DOF (Departamento de operações de Fronteira) apreenderam ontem por volta das 16 horas, um veículo carregado de 188 quilos de brinquedos diversos, na região de Ponta Porã, cidade distante 348 quilômetros de Campo Grande.

Durante bloqueio na rodovia MS-380 os policiais abordaram para fiscalização um veículo Elba de placas LHT-9194 com duas pessoas, o motorista e passageiro os dois de Foz do Iguaçu (PR).

Questionado a respeito das mercadorias o proprietário disse que adquiriu no Paraguai e levaria até São Paulo.

O motorista não tinha documentação regular de importação. As mercadorias foram apreendidas e encaminhadas para Receita Federal em Ponta Porã.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



- É de suma importancia que a policia cumpra seu papel, e damos parabéns à mesma por seus feitos, ainda mais quando a manchete se refere a ladrões de carros, traficantes e assaltantes, mas apreender brinquedos? Pode ser a lei, mas não deixa de ser estapafurdia, essa pessoa que levava brinquedos é por certo um comerciante, logo, um trabalhador; então é uma apreensão no mínimo sem justificativas. Não estamos no Mercosul? Não estamos adiantados no segmento Comércio? Assim como o Nafta e a Comunidade Europeia? La eles tem o Euro que vale em todos os países da comunidade, e aqui? Porque também não abrimos as portas, unificamos as moedas e acabamos com esse tal de contrabando e descaminho? Mas dessa não dessa forma truculenta e sem propósitos. Vamos utilizar mais a política e menos a polícia para esses casos. Vamos deixar essas ações só para os bandidos, e a estes sim, os rigores da lei. Não pode um país como o nosso, com dimensões continentais, sucumbir diante de uma economia como a do Paraguay (Nada em absoluto contra estes, porque são um povo especial), mas se considerarmos que o pais deles sequer empata em tamanho com alguns de nossos estados então estamos caminhando como caranguejos. Viva a liberdade. Vivan los brasileños y los paraguayos.
 
Zuza Ratier em 08/01/2011 03:57:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions