A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

24/09/2014 22:25

Dois corpos de vítimas de naufrágio são achados; 13 estão desaparecidas

Eduardo Penedo e Priscilla Peres, enviada especial a Porto Murtinho
Populares se aglomeraram para ajudar a resgatar vitimas.(Foto enviado por Leitor do cgnews)Populares se aglomeraram para ajudar a resgatar vitimas.(Foto enviado por Leitor do cgnews)
Sidnei foi identificado como um dos turistas mortos no naufrágio.( Foto: Arquivo pessoal)Sidnei foi identificado como um dos turistas mortos no naufrágio.( Foto: Arquivo pessoal)

Foi identificado como Sidnei Romano, que era agrônomo e morava em Sabaudia, no Paraná, o turista encontrado morto no Rio Paraguai nesta quarta-feira (24). Ele estava no barco-hotel Sueño do Pantanal, que virou no rio, em meio ao tornado que atingiu Porto Murtinho, município a 431 quilômetros de Campo Grande. Também foi resgatado o corpo do dono da embarcação, Luiz Penayo. Ainda há 10 turistas e três tripulantes da embarcação desaparecidos.

Por volta das 20h30, as buscas foram suspensas por falta de visibilidade. As informações foram repassadas pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Porto Murtinho. As buscas serão retomadas nesta quinta-feira (25), por volta das 6 horas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Dourados está sendo deslocada para Porto Murtinho para ajudar nos trabalhos.

Segundo a Polícia Militar, na embarcação estavam 27 pessoas, entre elas 16 turistas. Cinco deles conseguiram se salvar. Dez estão desaparecidos e um foi encontrado morto no Rio Paraguai. A embarcação contava com 11 tripulantes entre piloteiros, cozinheiros, camareiros. Dos tripulantes oito se salvaram e três ainda estão desaparecidos.

As treze pessoas que conseguiram se salvar do naufrágio tiveram que enfrentar as correntezas do Rio Paraguai a nado para chegar até às margens, onde foram socorridas por populares. Hoje era o último dia de pescaria do grupo que estava no barco-hotel.

Identificação- Cinco das 13 pessoas que se salvaram do naufrágio eram turistas. São eles: Marcio Ferreira Garmeira, residente em Alvorada do Sul; Kesley Roger Souza, de Londrina; José Ribeiro da Silva Filho, de Alvorada do Sul;Valdecir Fernandes Freitas, de Alvorada do Sul, e Francisco Carlos Paulineli, também de Alvorada do Sul.

O estado de saúde deles é estável e estão, neste momento, hospedados em uma pousada de Porto Murtinho.

Tempestade - O naufrágio foi provocado por um tornado, com ventos superiores a 93 quilômetros, que atingiu a cidade e provocou destruição. O prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda, informou que seria decretado estado de calamidade. 

Segundo ele, casas foram destelhadas e pelo menos cem árvores foram derrubadas pelo temporal. Os prejuízos estão sendo levantados e equipes da prefeitura percorrem a cidade para dar auxílio às famílias atingidas. 

Bombeiros se mobilizam para ajudar os náufragos.(foto enviado por leitor do CGNews)Bombeiros se mobilizam para ajudar os náufragos.(foto enviado por leitor do CGNews)
Detentos são flagrados com celular cheio de vídeos de sexo com criança
Agentes penitenciários encontraram um celular contendo cenas de sexo com uma criança, na cela onde estão presos Luis Felipe Barbosa dos Santos, 19 an...
Dupla rende funcionários de mercado e foge levando carro e dinheiro
Funcionários de um supermercado localizado no centro de Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, foram rendidos por dois bandidos armados. Viole...
Após discussão, homem é atingido por golpes de facão e fica em estado grave
José Cláudio dos Santos, 55, está internado em estado grave após ser esfaqueado diversas vezes com um facão. Os golpes foram desferidos por um conhec...
Indígena de 21 anos é assassinado com facada no peito em aldeia
Um indígena de 21 anos foi morto no início da noite desta sexta-feira (20) após ser atingido com uma facada no peito, na aldeia Amambai, em Amambai -...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions