A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

04/10/2012 17:54

Dono de jornal, sobrinho de Fahd Jamil é executado em Ponta Porã

Os bandidos também mataram um homem apontado como segurança de Tolu Georges e balearam outro

Viviane Oliveira
O crime ocorreu na mesma avenida em que o jornalista Paulo Rocaro morreu há 8 meses. (Foto: Tião Prado / Conesul News)O crime ocorreu na mesma avenida em que o jornalista Paulo Rocaro morreu há 8 meses. (Foto: Tião Prado / Conesul News)

Duas pessoas foram executadas a tiros de fuzil na tarde desta quinta-feira (4) na avenida Brasil, em Ponta Porã, cidade distante 323 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
“Morte de Rocaro não ficará impune”, diz Jacini seis meses após crime
Delegado diz que investigação sobre morte de Rocaro está avançada

De acordo com o site Conesul News, Luiz Henrique Georges, conhecido como Tulu, dono do Jornal da Praça, o segurança do empresário, conhecido por Gordo Veras, e Ananias Duarte, estavam em uma Pajero quando foram surpreendidos por dois homens em uma Blazer, de cor preta. Um deles disparou vários tiros de fuzil contra as vítimas.

Tulu é sobrinho de Fahd Jamil, empresário que já foi apontado diversas vezes como chefe do crime organizado na região, mas permanece livre. 

Luiz Henrique e Gordo Veras morreram no local. Ananias foi levado em estado grave para o hospital do município.

O crime foi a 100 metros do local em que foi morto no dia 12 de fevereiro deste ano Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, 51 anos, conhecido como Paulo Rocaro, editor do mesmo jornal que Tulu era dono.

Paulo conduzia um veículo Fiat Idea, que pertencia ao jornal, pela avenida Brasil, quando foi abordado por dois homens em uma motocicleta. Os disparos foram feitos com os dois veículos em movimento. A moto não tinha placas e a dupla usava capacete.

Os vidros do veículo estavam abertos e no corpo do jornalista foram encontradas nove perfurações de pistola 9mm. No Fiat Idea havia apenas duas. A arma é de uso restrito das Forças Armadas, mas, facilmente encontrada do outro lado da fronteira.

Um mês após o crime, um suspeito chegou a ser indiciado pela execução do jornalista Paulo Rocaro, porém o delegado responsável pelo caso, Odorico de Ribeiro, disse que o caso ainda não teve desfecho.




Ta morrendo a família inteira....
 
Roberto Inzagaki em 05/10/2012 08:46:13
não é sobrinho do fahd, é primo , filho do tio.....
 
eduardo ibrahim em 04/10/2012 22:22:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions