A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

27/06/2011 07:57

Dourados prossegue mutirão de cirurgias e HU decide hoje sobre greve da UFGD

Vanda Escalante

Em entrevista agora há pouco ao telejornal Bom Dia MS, da TV Morena, a secretária municipal de Saúde de Dourados, Silvia Bosso, informou que o mutirão de cirurgias eletivas para acabar com as filas de espera no município está correndo dentro do programado, em parceria com o HU (Hospital Universitário) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

De acordo com a secretária, pacientes na atual fila de espera aguardam cirurgia desde 2008. Cirurgias de vasectomia e catarata já estão terminando e, segundo a secretária, terão início os procedimentos com os pacientes de varizes, mas a maior demanda é pelas cirurgias na área da otorrinolaringologia.

Greve - Em greve desde o dia 15 de junho, os funcionários da UFGD devem realizar na tarde desta segunda-feira (27) nova assembleia para discutir especificamente a paralisação ou não dos servidores do HU.

De acordo com o comando de greve, uma eventual paralisação nos serviços da saúde deverá se dar de forma gradual, mas não afetará o calendário das cirurgias eletivas. “A realização dessas cirurgias já era um compromisso firmado antes da greve e as cirurgias agendadas serão realizadas sem problema”, garante o coordenador do Sista/UFGD (Sindicato dos Funcionários Técnico-Administrativos da UFGD), Franz Maciel Mendes.

Os funcionários da UFGD aderiram à greve nacional deflagrada dia 6 de junho pela Fasubra (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras). As principais reivindicações são reajuste salarial e melhorias na progressão de carreira. Em Campo Grande, os funcionários da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) ainda não aderiram à greve e tem nova assembleia na quarta-feira (29).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions