A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

15/03/2015 15:24

Dourados reúne 5 mil manifestantes e protesto começa antes do horário

Douradenses vão para as ruas pedir a saída da presidente da República

Juliene Katayama e Helio Freitas
Famílias também participam do protesto na segunda maior cidade de MS (Foto: Eliel Oliveira)Famílias também participam do protesto na segunda maior cidade de MS (Foto: Eliel Oliveira)

O protesto em Dourados, segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, começou com 30 minutos de antecedência. A vontade da população de gritar basta para os aumentos no País e para a corrupção lotou a Praça Antônio João. Segundo a Polícia Militar, cinco mil pessoas participaram.

Milhares de pessoas vestidas de verde e amarelo se concentram na praça desde às 14h30 – o início estava marcado para as 15 horas. Muitos manifestantes também foram enrolados com a bandeira do Brasil. Famílias inteiras foram participar do ato de democracia.

O farmacêutico Racib Panage Harb levou um caricatura da presidente Dilma Rousseff (PT). "Se a Dilma é culpada pela omissão e por tudo que está ocorrendo com o petrolão, então eu sou a favor do impeachment”, afirmou o manifestante.

Apesar de ser favorável à saída da petista, se comprovada participação em esquema de corrupção, o farmacêutico disse ser contra a política do PMDB – partido do vice-presidente Michel Temer. “Mas não acho que solução será a entrada do PMDB no governo que é tão corrupto quanto todos os demais. Chegou a hora de parar com tudo e começar uma nova República com o parlamentarismo neste País", explicou Racib.

Em Dourados, o protesto é organizado pela Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) e outras 30 entidades. Um forte esquema de segurança foi montado na praça pela Polícia Militar para evitar atos de vandalismo. Por enquanto, o clima é tranquilo no protesto.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions