A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

10/05/2013 16:46

Duarte discute tarifa e cancelamento de voos da Azul para Corumbá

Edivaldo Bitencourt
Prefeito reuniu-se com representantes de companhia aérea (Foto: Divulgação)Prefeito reuniu-se com representantes de companhia aérea (Foto: Divulgação)

Na manhã desta sexta-feira, o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), reuniu-se com representantes da companhia aérea Azul. Eles discutiu as tarifas praticadas e os vôos realizados pela empresa entre Campo Grande e Corumbá.

Veja Mais
Voo direto entre Bonito e Campinas começa a ser operado pela Azul
Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro

Há algum tempo a companhia vem cancelando sistematicamente diversos vôos, prejudicando bastante o turismo na cidade. O prefeito pediu explicações e, principalmente, providências da empresa.

A companhia alegou que não tem como mudar o cronograma porque a medida já tem o aval da ANAC (Agência Nacional da Aviação Civil). Outra questão discutida foi o cancelamento dos vôos aos sábados, que tem provocado muitos transtornos aos turistas que já têm pacotes fechados.

De acordo com os representantes da Azul, a aeronave é colocada em manutenção nesse dia, mas como o cliente não pode ser prejudicado, eles se comprometeram a levar essa questão à diretoria da empresa e encontrar uma solução para o caso.

Em relação à tarifa praticada, o prefeito considera proibitivo devido aos altos preços, os representantes da Azul também se comprometeram a discutir a questão com a diretoria da empresa e dar um retorno em, no máximo, 15 dias.
Essa resposta envolve os três assuntos. “Vamos aguardar, ansiosos, por uma decisão favorável, tendo em vista o grande potencial que Corumbá possui e do qual a empresa poderia se beneficiar muito mais se enxergasse a quantidade de turistas e também profissionais que necessitam de transporte rápido e seguro”, disse o prefeito Paulo Duarte.

O resultado da reunião, segundo o prefeito, não foi de todo ruim, mas poderia ter sido melhor. “Confesso que saí do encontro bastante frustrado e indignado com a atitude das grandes corporações que operam na nossa cidade”, disse. “É inadmissível que as decisões sejam tomadas sem saber qual o impacto que elas irão provocar na comunidade e também na viabilidade econômica de inúmeros projetos, em especial numa das principais vocações do nosso município que é o turismo”, acrescentou.

Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro
Guinovaldo Aguiar Gama, de 53 anos, foi preso em flagrante depois de ter atropelado um ciclista na região central de Itaporã, 227 quilômetros de Camp...
Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Homem fugiu deixando uma mochila com 18 quilos de maconha, depois de ser abordado esta manhã (10) por um policial a paisana na rodoviária de Ponta Po...



Brincadeira essas companhias aéreas. Tudo bem que ninguem tem empresa para ter prejuizo, mas cobrar os preços aviltantes que cobram de CG / Corumba, isso já é desrespeito ao consumidor. Cabe às autoridades agirem para que este cenario mude. Se eles não se interessam pela rota CG/Corumba que sejam penalizados em outras rotas "filé". Chumbo trocado não dói. Prefeito, o consumidor aguarda e torce por um posicionamento firme de sua parte.
 
Julio Carvalho em 13/05/2013 08:36:52
Basta irem na Andorinha...10 ônibus lotados todos os dias!!!!!! Um monopólio e são carissimos, atendimento ruim, atrasos, até 8 horas uma viagem até cg. Se a AZUL fosse esperta ia pegar esses passageiros que poderiam pagar um pouco mais de avião. Mas diferente dos turistas que saem depois do almoço , o pessoal que trabalha em corumbá e pega o onibus normalmente tem que ser depois das 17h. Mas o horário não é o principal problema e sim o preço. ONtem estava R$1132 reais!!!!!! De corumbá pra campo grande! E de campo grande pra sao paulo sempre pago 100 e pouco
 
Alexandre Pellizzon em 11/05/2013 10:56:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions