A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/06/2013 19:39

Dupla matou funcionário público para roubar R$ 700, diz Polícia

Viviane Oliveira
Alexandre, travesti conhecido por “Alessandra”, e Soner são acusados de matar o empresário. (Foto: Luiz Fernando Victório/Diário Online)Alexandre, travesti conhecido por “Alessandra”, e Soner são acusados de matar o empresário. (Foto: Luiz Fernando Victório/Diário Online)

Duas pessoas foram apresentadas pela Polícia na tarde de hoje (11) acusadas de matar o funcionário público Evenner Dolabani Kassar, de 38 anos, para roubar R$ 700, que carregava na carteira. Ele foi encontrado morto, com um tiro que atingiu a parte de cima da cabeça, por volta das 6 horas do dia 12 de maio. O corpo foi encontrado dentro de uma caminhonete Nissan Frontier, de cor prata, na rua Antônio Maria, no Centro de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Homem de 38 anos é encontrado morto dentro de caminhonete em Corumbá
Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro

De acordo com o delegado titular do 1º Distrito Policial, Gustavo Bueno, foram presos Soner Claros da Cunha, de 43 anos, e Alexandre Júnior Duarte da Silva, de 20, travesti conhecida por “Alessandra”. Os dois foram indiciados por latrocínio, roubo seguido de morte. Se condenados podem pegar até 30 anos de prisão.

O delegado explica que a hipótese do latrocínio surgiu quando os policiais descobriram que o funcionário público havia feito um saque de cerca de R$ 700, dinheiro que não foi encontrado na caminhonete. 

"O crime está 100% esclarecido, o assassinato ocorreu para que a dupla não fosse denunciada. Houve o roubo e a vítima ficou amedrontada. Rodou com eles nas ruas de Corumbá, sob ameaça e para que não viesse à Polícia denunciar, foi feito o disparo", diz, acrescentando que o inquérito deve ser concluído nesta quarta-feira (12) e encaminhado à Justiça.

O disparo que matou Evenner foi feito por Soner, que era o dono da arma, que não foi localizada. Segundo a Polícia, Soner deixou o revólver em um ponto de droga. Ainda de acordo com as investigações, os acusados teriam saído no dia do crime com o intuito de roubar. 

Segundo o delegado, as câmeras de segurança no local foram fundamentais para montar a cronologia dos fatos no dia do crime.

(Com informações do site Diário Online)

Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro
Guinovaldo Aguiar Gama, de 53 anos, foi preso em flagrante depois de ter atropelado um ciclista na região central de Itaporã, 227 quilômetros de Camp...
Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Homem fugiu deixando uma mochila com 18 quilos de maconha, depois de ser abordado esta manhã (10) por um policial a paisana na rodoviária de Ponta Po...



Pois é, quando um travesti ou homossexual é assassinado, a imprensa faz um alarde daqueles, dizem que é por preconceito. E quando eles (travestis) matam um cidadão comum, o que acontece? cade o alarde da imprensa?
 
NSoares em 13/06/2013 10:21:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions