A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

31/03/2015 13:22

Dupla rouba transportadora e diz que venderia produtos para arrecadar dinheiro

Mariana Rodrigues
Um dos autores tinha várias passagens pela Polícia e estava em liberdade condicional. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Um dos autores tinha várias passagens pela Polícia e estava em liberdade condicional. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Foram detidos na manhã de hoje (31), pela Polícia Comunitária, no bairro Popular Nova em Corumbá - distante a 419 quilômetros de Campo Grande, Elton Moreira de Souza Rodrigues, conhecido como “Nê”, 23 anos, e Elvis de Souza Gonzales, 33 anos. Ambos foram identificados como autores de um furto ocorrido nesta madrugada, no escritório de uma transportadora localizada na rua 21 de Setembro.

Veja Mais
Mulher de 25 anos é flagrada em van levando droga para estado vizinho
Polícia prende mais três por furto de 40 iphones de depósito das Casas Bahia

Segundo informações do site Diário Corumbaense, o proprietário da empresa, de 67 anos, que preferiu não se identificar, explicou que chegou para abrir o escritório por volta das 07 horas da manhã, quando encontrou a porta arrombada. No interior, haviam documentos e materiais eletrônicos espalhados por toda a parte.

“Achei tudo revirado e a porta estava arrombada embaixo. Eles usaram uma talhadeira e depois uma viga para abri-la. Com certeza, já haviam analisado o que tínhamos e planejaram entrar. Assim que percebi o furto acionei a Polícia Militar, que enviou uma viatura da Polícia Comunitária e eles encontraram os ladrões e alguns pertences”, frisou.

A Polícia encontrou com os acusados, dois notebooks, diversos cabos de aparelhos eletrônicos, uma bicicleta, uma máquina esmeril e uma mochila que continha uma quantia não estimada de dinheiro em cédulas e moedas. Os autores afirmaram que um dos notebooks já tinha sido vendido. Elton Moreira disse que o furto foi praticado por volta de meia-noite e que os produtos furtados seriam vendidos de porta em porta, pois pretendia arrecadar dinheiro em espécie.

Elton tem diversas passagens por furto, roubo, tráfico de drogas e estava em liberdade condicional. Já o comparsa, Elvis Gonzales, não tem nenhuma passagem pela polícia. Eles foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions