A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

26/01/2015 18:03

Durante viagem em ônibus, bombeiro impede fuga de acusado de homicídio

Liana Feitosa e Adriano Fernandes
Soldado do Corpo de Bombeiro conseguiu impedir que acusado de homicídio fugisse. (Foto: Reprodução/ Facebook)Soldado do Corpo de Bombeiro conseguiu impedir que acusado de homicídio fugisse. (Foto: Reprodução/ Facebook)

O soldado do Corpo de Bombeiros Maiko Viana Araújo, do 5º SGB/IND (Subgrupamento de Bombeiros Independente) de Coxim, deteve o principal suspeito de ter assassinado Rudson Teodozio da Silva, de 20 anos, na noite deste domingo (25) no município de Bandeirantes, a 70 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Homem pede para "colega" parar de falar e é morto a golpes de ferro
Europeus querem boicote à soja por genocídio indígena, diz deputado

O soldado dos bombeiros viajava de ônibus, de Coxim para Campo Grande, quando foi informado que Claudemei dos Santos da Silva, acusado de matar Rudson com uma barra de ferro, estava entre os passageiros.

Segundo um passageiro de São Gabriel do Oeste, que estava no ônibus e preferiu não se identificar, o acusado embarcou no veículo no Posto São Pedro, que fica no entroncamento da BR-163, entre as cidades de Bandeirantes e São Gabriel do Oeste.

Esse mesmo passageiro contou ao Campo Grande News que Claudemei foi identificado por ex-colegas de trabalho, que também estavam no ônibus. Assustados, o grupo procurou o bombeiro, que estava fardado, e falou sobre a presença do suspeito.

Durante a viagem, o soldado tentou avisar a PRF (Polícia Rodoviária Federal). No entanto, quando o veículo parou nario município de Jaraguari, Claudemei tentou desembarcar junto com outros passageiros no terminal rodoviário da cidade, foi quando o bombeiro deu voz de prisão e conseguiu deter o acusado.

"Achei louvável a iniciativa do bombeiro que, mesmo desarmado, tomou a iniciativa de deter o cara até a chegada dos policias”, afirma o passageiro.

Claudemei foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Jaraguari.

Crime - Trabalhador do armazém Carol, Rudson Teodozio da Silva, 20 anos, foi morto depois de ser atingido na cabeça com barra de ferro por volta das 22h de ontem (25) no Jardim Dona Rosa, em Bandeirantes. Claudemei dos Santos da Silva, “colega" de trabalho da vítima, é apontado como autor.

De acordo com boletim de ocorrência, os funcionários do armazém Carol trabalharam até às 16h de ontem e depois foram beber cerveja. Segundo testemunhas, a confusão começou depois que Rudson disse para Claudemei: “você fala demais, fica quieto um pouco”. Então o autor pegou uma barra de ferro e atacou a vítima na cabeça.

Algumas pessoas que estavam no local tentaram segurar o agressor, mas Claudemei conseguiu fugir. À polícia, o homem que registrou o boletim de ocorrência disse que todos os trabalhadores são de Cascavel, Paraná, e estão na cidade há 40 dias. O caso foi registrado homicídio doloso e é investigado pela Delegacia de Polícia Civil do município.

Homem pede para "colega" parar de falar e é morto a golpes de ferro
Trabalhador do armazém Carol, Rudson Teodozio da Silva, 20 anos, foi morto a golpes de barra de ferro por volta das 22h de ontem (25) na Rua Maria Fr...
Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada
Três jovens, todos com 21 anos, foram rendidos enquanto estavam em frente de casa por dois ladrões armados, que chegaram a pé. Eles foram obrigados a...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions