A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

08/07/2015 21:43

Ecoturismo, aventura e pesca impulsionam turismo no Pantanal

Thiago de Souza
Empreendimentos voltados ao turismo crescem em Corumbá. (Foto: Divulgação Fundação de Turismo)Empreendimentos voltados ao turismo crescem em Corumbá. (Foto: Divulgação Fundação de Turismo)

As atividades de ecoturismo, aventura e pesca aquecem a economia de Corumbá, a 460 quilômetros de Campo Grande. Em 2014, houve alta de 4,5% no fluxo turístico com a vinda de 214 mil turistas. Desse total, 50 mil se dedicaram à pesca esportiva e 30 mil ao ecoturismo e aventura na Estrada Parque e nos Polos Turísticos de Porto Morrinho e Albuquerque.

Veja Mais
Turismo e economia do Nordeste se beneficiam com os feriados de 2015
Perfil muda e casais representam 40% da procura por turismo de pesca

Turismo ecológico

A expectativa de empresários e autoridades locais é manter o número de turistas positivo e crescente.

A empresária Vanildes Sório Neves, proprietária de um hotel na Estrada Parque destacou a chegada de grupos que diversificam o perfil de quem visita a Estrada Parque. “40 bikers ‘ciclistas’ estão vindo de Campo Grande, em busca de aventuras”, comemorou a empresária.

Luis Carlos Castro é dono de uma pousada que já realiza atividades de pesca esportiva, aventura e ecoturismo. Ele diz que o futuro do Pantanal é o turismo ecológico e por isso vai investir mais nesse ramo. “Até o fim do ano, meu novo empreendimento será focado no público que consome o turismo de uma maneira consciente e sustentável.”, projetou Castro.

No período de férias escolares, a procura pela região tem aumento significativo no Polo Turístico de Porto Morrinho. É o que confirma a empresária Odila Gonçalves, dona de um hotel na região. “Já tenho 70% de apartamentos preenchidos até outubro. Nesse período de férias escolares, a demanda de jovens acompanhados dos pais é grande”, confidenciou Odila.

Pesca sustentável

A diretora da Fundação de Turismo de Corumbá, Hélènemarie Dias Fernandes, destaca a diversificação da oferta de novos modelos e empreendimentos, que segundo ela, estimula a diminuição da sazonalidade no período de defeso. “Isso atrai cada vez mais turistas para a cidade, onde todos ganham’’, explicou a diretora.

Empresários do turismo da pesca esportiva da região do Pantanal de Corumbá dizem que estimulam a conservação e o turismo sustentável, e já há alguns anos, o pescador esportivo que não leva nenhum exemplar do peixe recebe um desconto da empresa, o que incentiva a pesca consciente e sustentável na região.

Turismo e economia do Nordeste se beneficiam com os feriados de 2015
Em pesquisa realizada recentemente pelo Ministério do Turismo, as praias do Nordeste são o destino desejado pela maioria dos brasileiros. Seja de moc...
Embriagada e cansada de apanhar, mulher mata marido com facada
Embriagada e cansada de apanhar, Maria Aparecida Ortiz, 49, matou Luis Carlos Ajala, 41, com uma facada no braço direito. Ele perdeu muito sangue e v...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions