A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

08/07/2015 21:43

Ecoturismo, aventura e pesca impulsionam turismo no Pantanal

Thiago de Souza
Empreendimentos voltados ao turismo crescem em Corumbá. (Foto: Divulgação Fundação de Turismo)Empreendimentos voltados ao turismo crescem em Corumbá. (Foto: Divulgação Fundação de Turismo)

As atividades de ecoturismo, aventura e pesca aquecem a economia de Corumbá, a 460 quilômetros de Campo Grande. Em 2014, houve alta de 4,5% no fluxo turístico com a vinda de 214 mil turistas. Desse total, 50 mil se dedicaram à pesca esportiva e 30 mil ao ecoturismo e aventura na Estrada Parque e nos Polos Turísticos de Porto Morrinho e Albuquerque.

Turismo ecológico

A expectativa de empresários e autoridades locais é manter o número de turistas positivo e crescente.

A empresária Vanildes Sório Neves, proprietária de um hotel na Estrada Parque destacou a chegada de grupos que diversificam o perfil de quem visita a Estrada Parque. “40 bikers ‘ciclistas’ estão vindo de Campo Grande, em busca de aventuras”, comemorou a empresária.

Luis Carlos Castro é dono de uma pousada que já realiza atividades de pesca esportiva, aventura e ecoturismo. Ele diz que o futuro do Pantanal é o turismo ecológico e por isso vai investir mais nesse ramo. “Até o fim do ano, meu novo empreendimento será focado no público que consome o turismo de uma maneira consciente e sustentável.”, projetou Castro.

No período de férias escolares, a procura pela região tem aumento significativo no Polo Turístico de Porto Morrinho. É o que confirma a empresária Odila Gonçalves, dona de um hotel na região. “Já tenho 70% de apartamentos preenchidos até outubro. Nesse período de férias escolares, a demanda de jovens acompanhados dos pais é grande”, confidenciou Odila.

Pesca sustentável

A diretora da Fundação de Turismo de Corumbá, Hélènemarie Dias Fernandes, destaca a diversificação da oferta de novos modelos e empreendimentos, que segundo ela, estimula a diminuição da sazonalidade no período de defeso. “Isso atrai cada vez mais turistas para a cidade, onde todos ganham’’, explicou a diretora.

Empresários do turismo da pesca esportiva da região do Pantanal de Corumbá dizem que estimulam a conservação e o turismo sustentável, e já há alguns anos, o pescador esportivo que não leva nenhum exemplar do peixe recebe um desconto da empresa, o que incentiva a pesca consciente e sustentável na região.

Turismo e economia do Nordeste se beneficiam com os feriados de 2015
Em pesquisa realizada recentemente pelo Ministério do Turismo, as praias do Nordeste são o destino desejado pela maioria dos brasileiros. Seja de moc...
Idoso morre carbonizado e mulher é salva de incêndio em residência
Idoso de 87 anos morreu por volta das 20h30 deste sábado (18) em incêndio na residência que morava, na aldeia Amambai, no município distante 360 km d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions