A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

03/12/2012 17:49

Em 11 anos, programa entregou 13 mil geladeiras

Nícholas Vasconcelos
Geladeiras foram entregues em Vicentina e Caarapó nesta segunda-feira. (Foto: Divulgação)Geladeiras foram entregues em Vicentina e Caarapó nesta segunda-feira. (Foto: Divulgação)

O programa de eficiência de eficiência energética da Enersul concluiu nesta segunda-feira (3) a substituição de 13.025 geladeiras, a troca de 153.384 lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas e fiação de 30.244 moradias em 11 anos. Hoje foram entregues geladeiras para 310 famílias carentes de Vicentina e Caarapó, totalizando 46 municípios atendidos.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

Conforme a concessionária, os equipamentos são mais econômicos que os antigos, que consomem mais energia elétrica e geram custos para os clientes e produção de energia.

Os investimentos somam R$ 54,5 milhões e para o ano que vem a previsão é aplicar mais R$ 7 milhões para atender um número médio de outras 2,5 mil famílias.

As solenidades de entrega contaram com a participação que contaram com as presenças dos prefeitos, vereadores eleitos e representantes da Secretaria do Trabalho e Ação Social do Estado, bem como, da Enersul, os técnicos orientaram sobre a necessidade do todos usarem a energia elétrica de maneira segura e econômica.

Para ser beneficiado pelo programa é preciso ter o NIS (Número de Inscrição Social), obtido por meio de cadastro nas secretarias de ação social.

O NIS é um documento que também dá direito ao cliente a ter acesso à tarifa social baixa renda, uma classificação que proporciona desconto de até 65% no valor da conta de energia elétrica.
Para o recadastramento é necessário apresentar documentos como carteira de identidade, o NIS, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e uma conta de energia.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions