A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

11/05/2015 15:31

Em 15 dias, DOF retém 1.700 kg de drogas e prende 22 pessoas por tráfico

Helio de Freitas, de Dourados
Carro com tabletes de maconha até dentro do painel foi desmontado por policiais do DOF; quase 1.700 quilos apreendidos em duas semanas (Foto: Divulgação)Carro com tabletes de maconha até dentro do painel foi desmontado por policiais do DOF; quase 1.700 quilos apreendidos em duas semanas (Foto: Divulgação)

Nas últimas duas semanas, 22 pessoas foram presas pelo DOFR (Departamento de Operações de Fronteira) transportando 1.700 kg de drogas em rodovias estaduais e federais que cortam as regiões de Dourados e de fronteira com o Paraguai. Os números fazem parte do balanço quinzenal divulgado nesta segunda-feira pela assessoria de comunicação do departamento.

Veja Mais
DOF prende mulher que transportava maconha até na caixa de som
Em palestra nas escolas, DOF pede para jovens ficarem longe do crime

Foram apreendidos 1.686 quilos de maconha, 66 quilos de cocaína e 540 gramas de crack. Os policiais também apreenderam 12 veículos roubados ou furtados. Entre as 22 pessoas presas, três eram menores de 18 anos e 11 são mulheres.

“Pessoas de outros estados se aventuram no mundo do narcotráfico nas fronteiras do nosso estado, principalmente de Mato Grosso e São Paulo. São motivadas pelo ganho fácil, o que não tem se concretizado graças às ações do DOF”, afirmou o assessor de comunicação do departamento, Julio Arguelho.

Segundo ele, os traficantes têm usado novas estratégias, mas as chamadas “mulas” – pessoas contratadas para se arriscarem dirigindo carros cheios de drogas ou para viajarem de ônibus com maconha na bagagem – em muitas vezes não conseguem driblar a fiscalização, porque as técnicas de apuração também são aprimoradas.

“O DOF tem feito a leitura e implementado novas formas de repressão através do setor de Inteligência e em conjunto com as equipes operacionais. Até o momento esse trabalho tem causando grande prejuízo aos narcotraficantes e criminosos que transitam na faixa de fronteira”, afirmou o argento Arguelho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions