A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

04/02/2011 08:12

Em assembleia, professores de Ponta Porã decidem fazer 1 greve por mês

Ricardo Campos Jr.

Classe luta por aumento no piso salarial

Servidores da rede estadual de educação em Ponta Porã decidiram fazer uma greve por mês e realizar marcha pelo Centro da cidade, que fica a 323 quilômetros de Campo Grande, em protesto para reivindicar piso salarial de R$ 1.597,87 para a jornada de trabalho de 20 horas.

Ontem (3) os educadores reuniram-se em assembleia na sede do Simted (Sindicato municipal dos Trabalhadores em Educação).

“Se será só aqui em Ponta Porã ou se vai acontecer também em outras cidades é o que vamos decidir na assembleia da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), que será realizada em Campo Grande”, disse a presidente do sindicato professora Denize Silva de Oliveira.

Servidores da rede municipal de educação em Ponta Porã farão outra reunião hoje a partir das 14 horas. Segundo informações do site Mercosul News, a Fetems (Federação Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) fará assembleia no próximo dia 11.

De acordo com a sindicalista, o piso nacional do Magistério em 2008 era R$ 950. Houve reajuste previsto na lei federal em 2009 relacionado ao aumento do valor custo-aluno. O valor foi elevado para R$ 1.597,87, valor pleiteado pela classe.

(Com informações do site Mercosul News)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions