A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

29/10/2015 21:48

Em carta com 40 páginas, prefeito reclama de perseguição política

Paulo Yafusso
Renato de Souza Rosa em 2013, ao lado do vice-prefeito eleito Douglas Gomes, e as duas filhas (Foto: Peter Fleitas Lino/Bela VistaMS)Renato de Souza Rosa em 2013, ao lado do vice-prefeito eleito Douglas Gomes, e as duas filhas (Foto: Peter Fleitas Lino/Bela VistaMS)

Além da arma encontrada ao lado do corpo do prefeito afastado de Bela Vista, Renato de Souza Rosa, de 55 anos, a Polícia Civil apreendeu o celular dele, o notebook e um HD, e também um bloco de bolso com anotações. Segundo o delegado Alex Sandro Antonio, são cerca de 40 páginas que teriam sido escritas por Renato antes dele morrer. O delegado não dá detalhes do que dizia a carta, em respeito à família, mas adiantou que nela há mensagem de despedida.

Veja Mais
Alvo de CPI e MPE, prefeito enviou mensagem de despedida para a família
Renato Rosa morreu com tiro de pistola e polícia investiga se foi suicídio

O delegado disse que mostrou o bloco para familiares de Renato Rosa, que afirmaram ser dele a caligrafia. Assim como os outros materiais apreendidos, o bloco foi encaminhado para a perícia. Alex Sandro Antonio disse que não teve tempo de ler o que estava escrito, mas o Campo Grande News apurou que na carta o prefeito afastado reclama da perseguição política que vinha sofrendo.

Em agosto deste ano, ele foi afastado por 180 dias por determinação da Justiça e hoje deveria ser ouvido pela CPI crida pela Câmara de Vereadores, para apurar denúncia de improbidade administrativa.

A CPI foi criada com base na denúncia feita pelo MPE (Ministério Público Estadual), em que Renato de Souza Rosa é acusado de improbidade administrativa. Para a polícia, todos os índícios apontam para suicídio, mas a confirmação só poderá ser feita após o laudo da perícia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions