A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/10/2015 16:11

Em dois anos, quadrilha roubou 320 litros de diesel de prefeitura

Mariana Rodrigues e Caroline Maldonado
 quadrilha confessou que fez isso durante dois anos e nesse tempo desviou 320 litros do produto para a revenda. (Foto: Divulgação PM) quadrilha confessou que fez isso durante dois anos e nesse tempo desviou 320 litros do produto para a revenda. (Foto: Divulgação PM)

Depois de uma denúncia anônima, policiais militares de Anastácio, a 135 quilômetros de Campo Grande, flagraram quatro homens roubando óleo diesel da prefeitura da cidade, ontem (8). A quadrilha confessou que fez isso durante dois anos e nesse tempo desviou 320 litros do produto para a revenda.

Veja Mais
Pecuarista é preso suspeito de ter mandado matar amante da esposa
Só este ano, 36 estrangeiros foram à PF em Corumbá para pedir refúgio

Ao monitorar o local, policiais seguiram dois veículos, um Fiat e um GM. Os condutores seguiram para uma estrada na zona rural, que liga a cidade de Anastácio à Colônia Pulador. Alguns quilômetros depois, os dois homens, ambos de 48 anos de idade, foram abordados e confessaram o crime. A polícia encontrou quatro recipientes de óleo diesel de 20 litros cada, nos porta-malas.

Nas imediações do local onde os veículos estavam estacionados havia mais oito recipientes de 20 litros de diesel cada. Eles disseram aos policiais que desviavam óleo diesel destinado a veículos e maquinários da prefeitura, armazenavam às margens da estrada e depois vendiam abaixo do preço de revenda.

Disseram também que não desviavam sozinhos, que além deles havia a participação de mais dois homens. Com endereço em mãos a guarnição PM conseguiu prender os outros dois homens, 30 e 35 anos, que também confessaram o crime e informaram que nesses últimos dias tinham desviado algo em torno de 320 litros de óleo diesel. Diante das evidências e das confissões, a quadrilha foi encaminhada juntamente com os 240 litros de Diesel apreendidos, à Delegacia de Polícia onde, todos envolvidos, foram autuados em flagrante pelo crime de “peculato” e aguardam, presos, pela manifestação da justiça.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions