A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

23/09/2015 09:01

Em mais um “dia de luta”, bancários retardam abertura de agência do Itaú

Helio de Freitas, de Dourados
Bancários protestam nesta quarta em frente à agência do Itaú na Rua João Cândido Câmara, que só abre às 11h (Foto: Divulgação)Bancários protestam nesta quarta em frente à agência do Itaú na Rua João Cândido Câmara, que só abre às 11h (Foto: Divulgação)

A agência do Banco Itaú localizada na Rua João Cândido Câmara, no Centro de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, só inicia o atendimento ao público nesta quarta-feira (23) às 11h. O atraso em uma hora no expediente ocorre em função do protesto liderado pelo Sindicato dos Bancários como parte de mais um “Dia Nacional de Luta” da categoria.

Veja Mais
Em dia de luta, bancários retardam abertura da agência do Itaú em 60min
Bancários lançam campanha salarial e retardam abertura de três agências

De acordo Joacir Rodrigues, diretor de imprensa do sindicato, que reúne trabalhadores de Dourados e de cidades da região, a mobilização desta quarta é mais um “recado” aos banqueiros de que os bancários estão mobilizados e esperam uma “proposta decente” para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria. As pautas foram entregues a Fenaban (bancos privados), Caixa e Banco do Brasil no dia 11 de agosto.

Rodrigues informou que após rodadas de negociações, os bancários esperam para esta sexta-feira (25) uma proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). Nos bancos públicos, os trabalhadores também aguardam retorno sobre os respectivos acordos coletivos específicos. A reunião com a direção da Caixa também está marcada para esta sexta.

Sem crise - “Para banco não tem crise. Mais que isso, diante dos lucros estrondosos que acumulam ano a ano no país, as instituições financeiras devem muito à sociedade brasileira. Chegou a hora de retribuir o tanto que ganham com a prestação de serviços, as altas taxas de juros, a bancarização elevada”, afirma Joacir Rodrigues.

Segundo ele, os bancos precisam contratam mais funcionários, para melhorar o atendimento à população e as condições de trabalho. “Ao contrário, os bancos vêm extinguindo milhares de postos de trabalho no país, mesmo vendo seus resultados cada vez mais elevados”.

No primeiro semestre deste ano os cinco maiores bancos que operam no país (Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Caixa) tiveram lucro líquido de R$ 36,1 bilhões – crescimento de 27,3% em relação ao mesmo período do ano passado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions