A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

01/10/2011 21:46

Em operação pelo rio Aquidauana, PMA já prendeu seis por pesca ilegal e destruir de APP

Paula Maciulevicius

Operação está sendo realizada desde o dia 28 de setembro

Em operação terrestre pelo rio Aquidauana e região de Rochedo, a PMA (Polícia Militar Ambiental) já prendeu seis pessoas por destruir de área de preservação permanente, pesca predatória, porte e posse ilegal de arma. A operação é realizada desde o dia 28 de setembro.

Desde então, três pessoas foram multadas por pescar peixe fora da medida e uso de petrechos proibidos. Quando os pescadores perceberam a aproximação da fiscalização, tentaram fugir e ainda dispensaram peixes que estavam com tamanhos inferiores, mas acabaram presos.

Em vistoria no local do acampamento foram encontrados pescados armazenados com tamanhos inferiores e petrecho de pesca proibido, que estava sendo utilizado pelos pescadores. No total foram apreendidos 13 quilos de pescado.

Os três pescadores foram presos, mas já estão em liberdade depois de pagarem fiança. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada um deles foi multado em R$ 2 mil.

Já no segundo dia de operação, em vistoria em um rancho de pesca da Fazenda Auri Verde, em Rochedo, os policiais encontraram dois pescadores profissionais e um amador que pescavam e armazenavam em dois freezers, pescados com tamanhos inferiores ao permitido.

No local também foi apreendida uma espingarda calibre 36, com quatro cartuchos intactos e um deflagrado, que pertencia ao pescador profissional “Severino”, estando devidamente registrada em seu nome, porém, estava fora do local de origem.

Debaixo de um colchão de um dos cômodos do rancho, foi encontrada um carabina calibre 22 com oito munições intactas. A arma não possuía registro e pertencia ao pescador profissional “Arlindo”.

O pescador amador tinha um mandado de prisão, pelo crime de porte ilegal de arma. Na vistoria, foi feita a apreensão de mais três tarrafas de pesca de uso proibido e 14 quilos.

No local, a polícia constatou que na área do rancho foi danificada uma fração da APP (Área de Preservação Permanente) da margem esquerda do rio Aquidauana, realizada pelo pescador profissional Arlindo.

Os pescadores, residentes em Rochedo, foram autuados pelos crimes de pesca predatória, porte e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, danificar APP e cumprimento de mandado de prisão, sendo todos encaminhados para Delegacia de Policia Civil de Rochedo, onde foram autuados em flagrante.

O pescador profissional Arlindo foi multado em R$ 5 mil, já Severino em R$ 1,5 mil.




Estive em rochedo semana passada dia 25/09/11, e na cachoeira dentro da cidade tinha inumeras pessoas pescando em local proibido e ninguem faz nada, ve se preserva isso ai, e o minimo que podemos fazer.
 
aeliton blecha vidal em 02/10/2011 02:27:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions