A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

07/10/2015 22:00

Em Ponta Porã, carteiros param amanhã para protestar contra assédio moral

Flávio Paes

Para cobrar melhores condições de trabalho e protestar contra o que definem como assédio moral, carteiros do Centro de Distribuição Domiciliária de Ponta Porã realizam nesta quarta, uma paralisação de 24 horas contra o que consideram assédio moral e por melhores condições de trabalho. Os funcionários reclamam da sobrecarga de trabalho, efetivo de trabalhadores insuficiente e forma de tratamento abusiva.

Veja Mais
Cabine se solta de carreta após condutor desviar de buraco na MS-306
Veículo capota na BR-262 e deixa jovem gestante e adolescente feridos

A presidente do Sintect-MS (Sindicato dos Trabalhadores nos Correios de Mato Grosso do Sul), Elaine Oliveira denuncia à intransigência da chefia local em negociar as demandas dos funcionários de Ponta Porã por melhores condições de trabalho e revisão da forma de tratamento. “Os carteiros estão revoltados com a forma de tratamento que recebem e o sindicato já acionou a assessoria jurídica para elaborar a ação judicial por assédio moral”, afirma.
Assédio Moral - O assédio moral se configura na exposição dos trabalhadores e trabalhadoras a situações humilhantes e constrangedoras - repetitivas e prolongadas - durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções.

 

Motociclista fica gravemente ferido ao colidir moto em carreta na MS-276
Ednei Alves de Macedo, 31, ficou gravemente ferido ao colidir a moto que conduzia em uma carreta canavieira na MS-276 entre Amandina a Ivinhema, dist...
Jovem de 24 anos é morto a tiros em frente de casa por dupla em moto
Alex Pereira Gomes, 24, morreu após ser atingido por vários tiros em frente da casa em que morava, no bairro Residencial Pindorama, em Sidrolândia, d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions