A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017

05/12/2014 15:02

Em protesto por falta de salários, trabalhadores interditam duas rodovias

Priscilla Peres
(Foto: Ricardo Ojeda/Perfil News)(Foto: Ricardo Ojeda/Perfil News)

Trabalhadores da construção da UFN 3 (Unidade de Fertilizantes Nitrogenados) que protestam desde a manhã de hoje contra o não pagamento de salários, interditaram no início da tarde a BR-262, que dá acesso a São Paulo. Os dois lados da pista da BR-158 estão fechados desde cedo, onde estão cerca de 800 funcionários.

Segundo informações do site Perfil News, 50 trabalhadores fazem barreira no KM 0 da rodovia BR-262, no trevo de acesso à Cesp (Companhia Energética de São Paulo), impedindo a todos de passar pelo local, exceto ambulâncias e casos de emergência.

Uma equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) está no local para fazer a segurança dos trabalhadores e usuários, mas ainda não há previsão para a reabertura da pista. Os funcionários alegam que não ainda receberam o salário de novembro e que muitos demitidos não receberam a rescisão.

Em dois meses, quase 3 mil trabalhadores foram demitidos, o que significa 80% do quadro de funcionários. No mês passado, a UFN3 demitiu mais de 2 mil operários. As demissões em massa colocaram Três Lagoas em posição de destaque em relatório divulgado pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), por meio do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) com 3.774 desligamentos, somente no mês de outubro.

Na última semana outros 600 funcionários foram desligados e segundo informações dos funcionários havia uma lista com mais de 1,4 mil que seriam desligados na última terça-feira (25). O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa do Consórcio UFN3, que ficou de ser pronunciar depois de entrar em contato com a Petrobras.

Homem fica ferido após ser alvo de apedrejamento durante a madrugada
Um homem de 25 anos foi alvo de um apedrejamento durante a madrugada deste sábado (25), em Corumbá (a 419km de Campo Grande), segundo os Bombeiros. ...
Justiça absolve professor condenado a 61 anos por abuso sexual
O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) absolveu o professor André Félix dos Reis, que havia sido condenado a 61 anos de prisão por estup...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions