A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

26/06/2012 11:14

No terceiro dia de buscas, policial da PMA continua desaparecido em rio

Mariana Lopes

No total, 30 homens realizam as buscas por água. De acordo com a PMA, a largura e profundidade do rio dificultam os trabalhos.

Policiais às margens do rio (Foto: Divulgação)Policiais às margens do rio (Foto: Divulgação)

Continua desaparecido o sargento da Polícia Militar Ambiental Celso Aparecido da Silva, que caiu no rio Paraná na manhã do último domingo (24), em Bataguassu. Com cerca de 30 homens, as equipes de resgate iniciaram o terceiro dia de buscas por água.

O acidente aconteceu durante patrulhamento, quando a embarcação bateu em um toco e virou. Junto com o sargento, estava também o cabo da PMA Osmar Gross, que foi resgatado na correnteza por um pescador profissional que estava no local.

Desde domingo, as equipes cessaram os trabalhos por volta das 22h e retornaram às 4h. De acordo com a PMA, a extensão e profundidade do rio dificultam as condições de buscas.

Polícia Militar Ambiental de Bataguassu, Três Lagoas e Batayporã atuam nas bascas. Para ajudar na operação, contam com equipes do Corpo de Bombeiros da cidade e de Presidente Prudente, também com policiais do 10° BPM de Campo Grande e Marinha de Presidente Epitácio. Pescadores da região também auxiliam os trabalhos.

Segundo a PMA de Bataguassu, as buscas já foram feitas em todas as mediações do rio e continuarão por tempo indeterminado.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions