A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/06/2013 16:58

Em vinte dias, golpista consegue casamento, R$ 5 mil e acaba preso

Nadyenka Castro
Adriano já aplicou pelo menos dois 'golpes do casamento'. (Foto: Divulgação)Adriano já aplicou pelo menos dois 'golpes do casamento'. (Foto: Divulgação)

Estelionatário conhecido pela Polícia, Adriano das Neves da Silva, 31 anos, foi preso na última quarta-feira após aplicar mais um ‘golpe do casamento’.

Veja Mais
Desmoronamento afeta único acesso pavimentado a município de MS
Caminhão carregado com mais de 12 toneladas de agrotóxico é apreendido na BR-163

Em 20 dias de romance, ele conseguiu R$ 5 mil de uma empresária de Mundo Novo, distante 476 quilômetros de Campo Grande, marcar o casamento, fazer ela gastar mais R$ 3,5 mil de lua-de-mel e vender a motocicleta da noiva. Ele foi preso ao tentar uma nova investida de vida fácil.

De acordo com o delegado de Polícia Civil em Mundo Novo, Natanael Matias, Adriano é da região de Glória de Dourados e a alguns anos havia sido preso, em Mundo Novo, após comprar madeiras e não pagar.

O estelionatário foi solto e aplicou golpes na cidade onde nasceu, onde havia mandado de prisão preventiva contra ele, e também no município de Terra Roxa, Paraná. Em terras paranaenses ele também seduziu uma mulher e sumiu com R$ 16 mil dela, uma professora.

Conforme o delegado, Adriano confessa os golpes e fala tranquilamente sobre o assunto. Ele ia a bailes e em conversas com mulheres, escolhia a mais carente e que aparentava ser rica.

Adriano colocava uma chave de veículo pendurada no bolso da calça, dizia que era da camionete que estava na oficina, falava que era empresário e que tinha caminhões. Em poucos dias, já estava ‘amando’ a vítima e a fazia marcar casamento.

No caso de Mundo Novo, a vítima – uma empresária de 31 anos -, moradora antiga no município, foi conquistada por Adriano e caiu no golpe dele. Um dos prejuízos materiais da mulher ficou em aproximadamente R$ 5 mil.

Conforme o delegado Natanael Matias, o apaixonado disse à amada que havia depositado R$ 7 mil na conta dela e que era para ela repassar o dinheiro para ele. Ela viu o comprovante e, quando ele foi preso, a empresária já havia dado ao golpista R$ 5 mil. Na verdade, ele havia colocado o envelope vazio no caixa.

O casal já havia marcado a data do casamento – 13 de julho -, com cerimônias religiosas e festivas. Os 300 convites já estavam confeccionados e a lua-de-mel, para cidades históricas de Minas Gerais, comprada. O embarque seria no dia seguinte à solenidade.

Adriano já havia comprado até plano funerário para ele e para a futura esposa, que começou a desconfiar de tanto amor, quando ele pegou a motocicleta dela dizendo que iria ver uns caminhões e não retornou no horário combinado nem atendeu às ligações dela.

A mulher procurou a Polícia Civil, mostrou a fotografia do amado e os policiais o reconheceram como o estelionatário foragido. Quando o casal se falou por telefone, a vítima marcou um encontro com o golpista, dizendo que o irmão havia dado dinheiro para que eles comprassem um carro novo.

O estelionatário foi ao local combinado e acabou preso. Ele confessou o golpe e disse que havia vendido a moto da amada em Eldorado. O veículo foi recuperado.




O pior é que sempre falo a verdade em casa e minha mulher nunca acredita em mim!!!
 
Giovanni Stronzone em 22/06/2013 11:00:10
É inacreditável que ainda existem pessoas cegas, mudas e surda, para cair no golpe do bau, ainda acredita no verdadeiro amor, quem ama não faz o outro sofrer, quem é amigo verdadeiro não pede nada impossível para o amigo, mas ainda há ser idiota, uau!
 
ilma alexandre em 22/06/2013 10:42:51
conheço um caso parecido mas a mulher nao quer enxergar fazer o que?
 
amanda santos em 21/06/2013 23:57:38
Nunca acreditei que tenha, ainda, tanta gente ingênua assim, apaixonar-se pelo primeiro galanteador que aparece, e chegar ao ponto que chegou essa cidadã. Não dá para entender como pôde ser tão idiota assim. Inacreditável.
 
Darci Rocha em 21/06/2013 19:50:09
SERIA COMICO SE NAO FOSSE TRAGICO. COMO PODE ALGUEM (MULHER) SE ENVOLVER ASSIM, TAO RAPIDO, TAO À FUNDO, A PONTO DE CASAR, COM ALGUEM QUE NEM CONHECEU DIREITO? NEM É CARENCIA. É INGENUIDADE.
 
LUCIANO MARQUES em 21/06/2013 17:27:26
Ainda existe caboclo apaixonado neste mundo né Sô!!! e gente que credita!!! rererere
 
Marcírio Soares Lopes em 21/06/2013 17:21:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions