A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

26/07/2015 16:11

Embriagado, homem se envolve em confusão e é jogado em rio

Liana Feitosa
A vítima foi vista, primeiramente, por três homens que estavam em um barco no rio e viram Derivaldo na correnteza do rio. (Foto: Talita Rizzo/ Edição de Notícias)A vítima foi vista, primeiramente, por três homens que estavam em um barco no rio e viram Derivaldo na correnteza do rio. (Foto: Talita Rizzo/ Edição de Notícias)

Um homem de 27 anos foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Corpo de Bombeiros depois de ser jogado no rio Coxim, na cidade de mesmo nome, a 260 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

Derivaldo de Melo Rodrigues, de 27 anos, estava se afogando quando foi visto na água, na altura do bairro Piracema, no encontro rio Taquari.

De acordo com o site Coxim Agora, uma testemunha afirmou que Derivaldo foi vítima de agressão física. Alguns homens teriam batido nele e o jogado no rio. Os suspeitos não foram identificados.

A vítima foi vista, primeiramente, por três homens que estavam em um barco no rio e viram Derivaldo na correnteza do rio. Ao perceberem que ele precisava de ajuda, o tiraram da água com a ajuda de uma rede, usada para puxá-lo até a margem do rio, segundo o site Edição de Notícias.

Em seguida, os bombeiros e o Samu foram acionados. A vítima estava consciente, mas desorientada. Além disso, estava com hipotermia e apresenta odor etílico, possivelmente estava embriagado.

Ele foi encaminhado ao pronto socorro do Hospital Regional Dr. Álvaro Fontoura Silva, em Coxim. O caso ocorreu no início da noite de ontem (25).

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions