A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

20/08/2015 13:46

Empresa libera mais 15 km de duplicação da BR-163 para tráfego

Priscilla Peres
Trechos novos estão localizados em São Gabriel do Oeste. (Foto: Rachid Waqued)Trechos novos estão localizados em São Gabriel do Oeste. (Foto: Rachid Waqued)

A CCR MSVia, responsável pela administração da BR-163, concluiu a duplicação de mais 15 quilômetros da rodovia, que estão abertos ao tráfego hoje, na região de São Gabriel do Oeste. Ao todo, a empresa já entregou 22 km de novas pistas e promete entregar 10% da obra este mês, conforme previsto em contrato.

Veja Mais
Leitores acreditam que duplicação da BR-163 deve diminuir mortes
Primeiros quilômetros duplicados da BR-163 são liberados para tráfego

Os novos 15 km de duplicação estão localizados entre os trecho do kms 593,410 a 600,541 e entre os kms 619,034 e 627,337, ambos em São Gabriel do Oeste. Durante 30 anos, a empresa deverá investir R$ 5,69 bilhões na BR-163, duplicando 806,3 km.

Mais de 20 km da duplicação já foram entregues. (Foto: Rachid Waqued)Mais de 20 km da duplicação já foram entregues. (Foto: Rachid Waqued)

Conforme contrato de concessão, a empresa é responsável por duplicar 89,2 km, ou seja 10% da obra, antes de iniciar a cobrança do pedágio, previsto para outubro. Para garantir a viabilidade econômica, a empresa já construiu nove praças de pedágio e ao longo da concessão deve arrecadar R$ 18,8 bilhões.

Antes de serem entregues para tráfego, as obras de duplicação passam pela fiscalização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), órgão regulador da concessão. As novas pistas contam com duas faixas de rolamento com 3,60 metros de largura cada, mais acostamento com 2,50 metros de largura, cada, e faixa de segurança à esquerda, de 60 centímetros. O canteiro central que separa a nova pista da pista antiga conta com gramado.

A operação de liberação de pistas acontece com o apoio das equipes do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), e acompanhamento da Polícia Rodoviária Federal. O intuito é orientar os motoristas para a nova sinalização e alertar para que respeitem os limites de velocidade.

A CCR MSVia afirma que já injetou na BR-163/MS cerca de R$ 700 milhões em obras, serviços e equipamentos que estão dotando a rodovia de condições adequadas de segurança e fluidez de tráfego. Nos primeiros cinco anos da concessão serão gastos cerca de R$ 3,5 bilhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions