A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

29/07/2015 15:48

Empresário é assaltado, fica nas mãos de bandidos por 2 horas e perde L200

Dono de loja de piscinas foi atraído para um suposto negócio, mas acabou dominado por três homens e assaltado em Dourados

Helio de Freitas, de Dourados

Um empresário de 43 anos foi assaltado nesta quarta-feira (29) e perdeu sua caminhonete Mitsubishi L200 Triton, cor prata, ano 2012. O crime ocorreu em Dourados, a 233 km de Campo Grande, onde o comerciante é dono de uma loja de piscinas.

Veja Mais
Bandido morto pela polícia tinha uma faca e feriu policial, diz delegado
Homem morto em sequestro e troca de tiros era procurado em São Paulo

A vítima, que pediu para não ter o nome divulgado na imprensa, ficou quase duas horas em poder dos assaltantes, possivelmente para dar tempo para a chegada da caminhonete ao território paraguaio. O assalto começou por volta de 10h e o empresário só conseguiu procurar a polícia quase quatro horas depois.

De acordo com a história contada pelo empresário na 1ª Delegacia de Polícia, onde registrou o boletim de ocorrência, por volta de 10h ele recebeu uma ligação em seu celular, feita de um telefone fixo. O homem do outro lado da linha queria fazer orçamento para instalar uma piscina em sua casa e pediu que o empresário fosse até a residência.

Gol preto – O encontro foi marcado para um ponto na saída de Dourados para Campo Grande, próximo ao Monumento ao Colono. O suposto cliente o esperava em um Gol preto. Quando viu a caminhonete, o homem fez sinal com a mão, para o empresário segui-lo.

O Gol seguiu pela BR-163, depois entrou na BR-463 em direção a Ponta Porã, até a Perimetral Norte, que liga a rodovia à Avenida Guaicurus, onde o carro parou e o condutor desceu e caminhou até o empresário, com a mão na cintura, como se fosse sacar uma arma.

O comerciante foi obrigado a descer e colocado no Gol, onde estavam outros dois homens. A vítima contou que os bandidos foram educados e pediram apenas para não reagir, pois nada aconteceria com ele.

Mantido com a cabeça baixa dentro do Gol, o empresário ficou pelo menos uma hora e meia na companhia da dupla de assaltantes, com o carro em movimento. Durante o período, os assaltantes falavam com uma terceira pessoa, que a vítima acredita ser o bandido que levou a caminhonete.

Depois de certo tempo, os bandidos deixaram o empresário em uma mata, próxima ao trevo de acesso ao município de Laguna Carapã, e pediram que ele ficasse escondido por dez minutos. Depois desse tempo, o empresário foi até a rodovia, onde conseguiu ajuda.

Além da caminhonete, os bandidos levaram uma corrente e a aliança de ouro do empresário, R$ 300 em dinheiro que estavam em sua carteira e o dinheiro da carteira do cunhado do comerciante, que estava no veículo, mas ele não soube informar qual valor.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions