A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

21/05/2015 13:45

Empresário tenta subornar agentes da PRF com R$ 20 mil e acaba preso

Renata Volpe Haddad
Motorista afirmou que ganharia quase R$ 3 mil pelo transporte dos pneus. (Foto: Divulgação/PRF)Motorista afirmou que ganharia quase R$ 3 mil pelo transporte dos pneus. (Foto: Divulgação/PRF)

O motorista de um caminhão foi preso na tarde de ontem (20) porque transportava 90 pneus contrabandeados do Paraguai. Minutos depois da apreensão, o dono da carga chegou ao posto policial e tentou subornar agentes da PRF com R$ 20 mil. O caso aconteceu em Três Lagoas- distante 338 km de Campo Grande.

Veja Mais
PRF apreende 9 veículos com carga de cigarros avaliada em R$ 6 mi
CCR MSVia e PRF divulgarão disque 100 contra abuso sexual

No fim da tarde de ontem, durante fiscalizações de rotina na BR-262, os policiais interceptaram um caminhão que fazia o trajeto Campo Grande – Três Lagoas. Segundo o site Perfil News, o motorista do veículo Mercedez Benz/LA, demonstrou certo nervosismo com a abordagem e em uma breve conversa, entrou em contradição várias vezes. Durante a vistoria no veículo, os agentes acharam a carga.

O motorista alegou que buscou o caminhão já carregado em Campo Grande e iria entregá-lo em Três Lagoas e pelo serviço receberia R$ 2,7 mil. Minutos depois, enquanto os policiais terminavam o boletim de ocorrência, o proprietário da carga de 31 anos, que afirmou que ser do ramo de transportes em Aparecida do Taboado, compareceu na base operacional para tentar reaver a mercadoria.

De acordo com as informações da PRF, o homem declarou que os pneus apreendidos seriam utilizados nos caminhões de sua frota. O motorista do veículo foi preso pelo crime de contrabando e o empresário por corrupção ativa e contrabando. Se condenado, o dono da carga pode pegar pena de até 17 anos. Os envolvidos, o caminhão e toda a carga foram encaminhados para a Polícia Federal do município.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions