A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

24/04/2014 15:38

Empresas dão prazo para receber dívida e mantêm máquinas em fábrica da Petrobras

Mariana Lopes

As empresas que prestam serviço ao consócio UFN-3, formado pela empresas Galvão Engenharia e Sinopec, deram um voto de confiança aos executores da obra da fábrica de fertilizantes da Petrobras, em Três Lagoas, e decidiram não paralisar as máquinas locadas para a construção.

Veja Mais
Petrobras nega dívida milionária a fornecedores de obra em Três Lagoas
Empresa contratada pela Petrobrás diz que grupo receberá na segunda

A primeira decisão anunciada pelas prestadoras de serviço foi a paralisação, a partir da última terça-feira, por falta de pagamento pela locação do maquinário. De acordo com o presidente da Alep-MS (Associação de Empresas Locadoras de Equipamento Pesado de Mato Grosso do Sul), Sérgio Fenelon, o consórcio deve aproximadamente R$ 8 milhões às empresas.

O consócio pediu prazo até amanhã à tarde para apresentar às tercerizadas uma proposta de parcelamento da dívida. Segundo Fenelon, a UFN3 pediu mais esse "voto de confiança" alegando que está com problema de fluxo de caixa, ocasionado por trâmites internos.

“Não paralisamos os equipamentos para não prejudicar a obra, mas até agora nenhum trabalhador ficou sem receber porque as empresas estão arcando com os pagamentos deles. Só queremos o recebimento do que o consórcio nos deve”, pontua Fenelon.

Petrobras - No início desta semana, a Petrobras negou a dívida e garantiu, em nota, que cumpre rigorosamente com seus compromissos firmados em contratações de fornecimento e reitera que não há, no momento, quaisquer pagamentos em atraso junto aos seus fornecedores diretos.

Contudo, o presidente da Alep acredita que a Petrobras deveria assumir uma postura de cobrar o cumprimento dos contratos feitos pelo consócio e cobrar o pagamento da dívida, considerando que o dinheiro já foi repassado. “É o dinheiro da Petrobras que está em jogo, ela não pode simplesmente lavar as mãos e fingir que não é com ela”, pontua Fenelon.

Petrobras nega dívida milionária a fornecedores de obra em Três Lagoas
A Petrobras negou, nesta terça-feira (22), dívida de R$ 8 milhões com  10 empresas, que locam maquinário pesado para a obra da fábrica de fertilizant...
Homem morre ao sofrer descarga elétrica durante conserto de bomba d'água
José Antônio Farias, 51, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto arrumava uma bomba d'água às margens de uma lagoa, no distrito de Lagoa Bo...
Ciclista morre ao ser atingido por vários tiros disparados por dupla em moto
Wellington Ronaldo de Souza, 34, foi morto a tiros ao ser abordado por dois homens que estavam em uma moto. O homicídio aconteceu às 20h30 de domingo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions