A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

25/10/2016 09:19

Estudantes dormem em escola, limpam pátio e cuidam da horta

Escola rural Nova Itamarati foi ocupada ontem por alunos do ensino médio; protesto é contra PEC do controle dos gastos federais

Helio de Freitas, de Dourados
Estudantes cuidam da horta em escola ocupada (Foto: Divulgação)Estudantes cuidam da horta em escola ocupada (Foto: Divulgação)
Alunos fazem limpeza na Escola Nova Itamarati, ocupada ontem (Foto: Divulgação)Alunos fazem limpeza na Escola Nova Itamarati, ocupada ontem (Foto: Divulgação)

A Escola Nova Itamarati, localizada no distrito de mesmo nome, em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, continua ocupada por pelo menos cem estudantes.

Veja Mais
Estudantes voltam a ocupar escola em protesto contra ações do governo
Alunos encerram acampamento em escola, mas reclamam de tratamento

Essa é a segunda ocupação em protesto contra medidas adotadas pelo governo Michel Temer, entre as quais a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que limita os gastos da União. A medida deve ser votada hoje pela segunda vez na Câmara dos Deputados.

Uma das coordenadoras do protesto, Alana Bruno Penteado, informou ao Campo Grande News que pelo menos 40 estudantes passaram a noite na escola para manter a ocupação. Hoje de manhã, os demais voltaram para o local.

Durante a ocupação, os alunos cozinham na própria escola com a ajuda de mães de estudantes. Eles consomem apenas alimentos doados por comerciantes locais e colaboradores. Os manifestantes também limparam a escola e hoje cedo cuidaram da horta.

A Escola Nova Itamarati fica no núcleo urbano do distrito, formado por dois assentamentos rurais instalados no início dos anos 2000 na antiga Fazenda Itamarati.

Alana Penteado informou que o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) vai discursar hoje na Assembleia Legislativa sobre o protesto em Ponta Porã. Segundo ela, também existe possibilidade de outras escolas do distrito serem ocupadas pelos estudantes.

“Ou param com os cortes ou paramos com o Brasil”, “Queremos escolas e hospitais no padrão Fifa” e “O aluno acordou” são algumas mensagens escritas nos cartazes colados na fachada da escola.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions