A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

11/05/2011 10:40

Ex-PM produzia oxi desde o ano passado, mostra investigação do MPE

Angela Kempfer

Laudos mostram que laboratório mantido por ex-policial em Amambai produzia oxi, tipo de droga apontada como mais nocivo hoje em circulação no Brasil.

A apreensão do entorpecente e a prisão do militar ocorreram no ano passado, em operação envolvendo Ministério Público Estadual e Polícia Federal, mas só agora o resultado confirmou o tipo do produto.

Em entrevista ao site Dourados Agora, o promotor de Justiça da 2ª Promotoria da Comarca de Amambai, Ricardo Rotunno, divulgou que o laboratório de drogas que funcionava na casa do então policial militar era de oxi, ou subproduto da cocaína "oxidado", com mais elementos químicos presentes e cal.

Quando houve o flagrante, a polícia não soube identificar qual era a droga produzida, apenas avaliou como parecida com pasta base de cocaína, semelhante ao crack. No local, 1,5 quilo de cal foi encontrado.

O promotor lembra que quando houve a prisão o ex-policial chegou a mencionar que a droga que estava fabricando tratava-se de uma nova mistura.




mais um laranja podre que foi retirado de circulação.
 
elias alonso da silva em 11/05/2011 02:44:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions