A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

15/01/2013 17:21

Ex-prefeito de Porto Murtinho se defende e vê motivação política em investigação

Nícholas Vasconcelos
Nelson Cintra acusou adversários pelas denúncias apuradas por operação. (Foto: Arquivo / Campo Grande News)Nelson Cintra acusou adversários pelas denúncias apuradas por operação. (Foto: Arquivo / Campo Grande News)

O ex-prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra (PSDB), se defendeu das acusações de desvio de combustível e tráfico de influência investigados pela operação “Ponte Nova”, do Gaeco (Grupo Especial de Repressão ao Crime Organizado) e PRF (Polícia Rodoviária Federal), deflagrada hoje na cidade e também em Jardim e Campo Grande.

Veja Mais
Operação apura desvio de dinheiro e tráfico de influência em Porto Murtinho
Traficante é presa tentando levar maconha para 'boca de fumo' no Amapá

“A denúncia não procede e é tudo perseguição política”, disse o ex-administrador. Ele disse estar tranquilo e vai esperar o desfecho das investigações do MPE (Ministério Público Estadual).

A operação investiga o desvio de dinheiro público entre os meses de setembro e outubro do ano passado. Segundo o MPE, foram autorizados diversos abastecimentos irregulares que beneficiaram particulares sem vínculo com a administração pública, pagos pela Prefeitura a postos de combustíveis em Jardim.

Cintra afirmou desconhecer qualquer tipo de desvio de combustível de forma direta ou por meio dos secretários municipais. “O posto de Jardim está licitado há oito anos, não creio que os secretários tenham feito isso agora”, disse.

Os agentes do Gaeco apreenderam documentos na Prefeitura, na residência do ex-secretário de Administração e da ex-assessora de Finanças do município, além de dois postos de combustível na cidade de Jardim e na sede de uma construtora em Campo Grande.

São apurados ainda indícios de tráfico de influência e financiamento irregular de campanha por representantes de uma construtora, vencedora de licitação para reforma de ponte na zona rural do município. “A empresa presta serviço também para o Governo do Estado, fez um Ceinf (Centro de Educação Infantil), estação de tratamento do laticínio, tudo licitado com lisura e transparência”, afirma o ex-prefeito.

O atual prefeito Heitor Miranda (PT) disse que todas as denúncias são referentes à administração passada e que colaborou com os promotores do Gaeco. “Ainda não tivemos acesso à documentação investigada”, explicou.

Miranda reclamou do pouco tempo para a transição entre uma administração e outra, já que a candidata eleita, Rosângela Baptista (PMDB), teve o registro de candidatura cassado pela Justiça Eleitoral. “Estamos levantando a situação porque tivemos menos de 10 dias para a transição e ainda com período de feriados”.

Ainda segundo o novo prefeito, a Caixa Econômica Federal investiga a inauguração de casas populares que não foram concluídas. “Algumas casas não tinham piso, outras portas e janelas. A Caixa vai avaliar a situação dos imóveis”, disse.

Operação apura desvio de dinheiro e tráfico de influência em Porto Murtinho
Com foco no desvio de dinheiro público, a operação “Ponte Nova” é realizada nesta terça-feira nos municípios de Porto Murtinho, Jardim e Campo Grande...
Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



Conheci Murtinho antes e depois de Nelson Cintra, e digo se tem alguém que amou Murtinho este alguém foi Cintra, pois Murtinho hoje figura no cenário nacional como ponto turístico de pesca, e bem receber, bem contrário da antiga "FAMA"da cidade.Se hoje alguém tenta denegrir a imagem de Cintra, talvez seja por medo de não ser capaz de superar seu ilustre trabalho frente a prefeitura de Murtinho.
 
José Guilherme Elias em 14/03/2013 10:50:13
Nelson Cintra, parabéns pelo seu trabalho. Que o GAECO de uma resposta para a sociedade de Murtinho e o Estado sobre as falcatruas do porto, patrocinada Miranda's & Cia.
 
Reinaldo Ferreira dos Santos em 16/01/2013 08:47:27
Só quem não quer ver que não vê que toda esta pantomina tem como intenção conspurcar a imagem ilibada do ex-prefeito de Murtinho. A verdade prevalecerá!
 
Eugenio de Souza em 16/01/2013 07:35:32
DEPOIS DE OITO ANOS DE SOFRIMENTO DA POPULAÇÃO CARENTE DE PORTO MURTINHO FINALMENTE A JUSTIÇA ESTÁ SENDO FEITA!!! E QUE CONTINUE ASSIM, CHEGA DE CORRUPÇÃO!!!
 
Danielli Martinez em 15/01/2013 23:09:51
O sr. Nelson Cintra não precisa desviar "mixaria" dos cofres públicos, pois é um homem muito rico e tem muito mais recursos que uma prefeitura de interior. Sempre foi uma pessoa honesta e correta. Também nunca havia sido político e não precisa da política para viver. Esssa denuncias são coisas de velhos políticos, com mentalidades arcaicas, que nunca sairam de Porto Murtinho para conhecer o mundo, fora de lá. Isso é coronelismo e isso precisa acabar no Brasil de uma vez por todas. Basta dessa política dos anos 30.
 
Gilberto Ozuna em 15/01/2013 22:26:01
Prefeito (ou ex, como preferirem chamar), sou sua fã! Acompanhei um pouco de seu trabalho quando trabalhava na Prefeitura de uma outra cidade do interior e digo: respeito esse homem! Por sua postura, atitudes e feitos! E além do mais, alguém que assumiu uma prefeitura já com uma história de vida para contar e com base sólida pessoal financeira. Continue firme Prefeito!
 
Ana Cláudia Duarte em 15/01/2013 18:18:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions