A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

06/11/2014 08:50

Ex-presidente da Câmara de Naviraí vai a júri amanhã por crime ocorrido em 2009

Helio de Freitas, de Dourados
Laurentino Pavão de Arruda está em liberdade após ser localizado no Paraguai dois meses depois do crime (Foto: Capitán Bado Notícias)Laurentino Pavão de Arruda está em liberdade após ser localizado no Paraguai dois meses depois do crime (Foto: Capitán Bado Notícias)

Ex-vereador por cinco mandatos e ex-presidente da Câmara de Naviraí, a 366 km de Campo Grande, Laurentino Pavão de Arruda, 50 anos, será julgado amanhã em Dourados pelo assassinato do empresário Emmanoel Peres Marques. Pavão também vai a júri por tentar matar a ex-mulher e então namorada de Emmanoel, Ana Maria de Oliveira.

Veja Mais
Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Equipes resgatam mulher em carro que caiu na ribanceira de estrada

Laurentino será julgado em Dourados a pedido do Ministério Público para evitar interferência no resultado do júri. Tanto o ex-vereador quanto o empresário morto eram pessoas muito conhecidas e com grande influência política na cidade do Conesul.

O julgamento estava marcado para o dia 30 de setembro, mas em decisão de última hora o juiz Cesar de Souza Lima, da 3ª Vara Criminal de Dourados, redesignou o ato para o dia 7 de novembro. “Ante o pedido de reconsideração da decisão anterior de indeferir o adiamento, e a proximidade das eleições, com convocação deste magistrado para fiscalizar as mesmas, redesigno a sessão plenária para julgamento do acusado no dia 7.11.2014, às 8h”, afirmou o magistrado em despacho ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Em agosto deste ano a defesa de Laurentino Pavão de Arruda tinha pedido o adiamento, alegando que um dos três advogados que defendem o ex-vereador, o deputado federal Fábio Ricardo Trad, estava em campanha eleitoral para a reeleição. Entretanto, o juiz havia negado o pedido.

Os crimes ocorreram na noite de 30 de junho de 2009, na frente da casa de Ana Maria, em Naviraí. Emmanoel foi ferido com sete golpes de faca. O ex-vereador é acusado de homicídio qualificado e pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os crimes foram por motivo torpe, ou seja, ciúmes e meio cruel, além do recurso que dificultou a defesa das vítimas.

O processo criminal contra Laurentino se arrasta há mais cinco anos. Segundo a investigação da polícia de Naviraí, Laurentino Pavão de Arruda possuía relação amorosa com Ana Maria desde que ela tinha 12 anos de idade. Após se separarem, ela começou a namorar o empresário Emmanoel Marques. O ex-vereador não aceitava o fim do relacionamento e tinha ciúmes da ex, segundo o inquérito.

Na noite dos crimes, Emmanoel e Ana Maria perceberam que Laurentino estava em frente à residência. Algum tempo depois, achando que o ex-vereador já tinha embora, o empresário e a namorada saíram para a frente da casa, quando foram atacados por Laurentino. Ana Maria também foi atingida pelos golpes do ex-marido, mas escapou com vida.

Depois do crime, Laurentino Pavão de Arruda fugiu para o Paraguai e se escondeu em Capitán Bado, na fronteira com Coronel Sapucaia. Com a prisão decretada no Brasil, ele foi localizado no dia 28 de agosto de 2009, durante ação conjunta da Polícia Federal brasileira e Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai.

Em dezembro daquele ano, mesmo com parecer contrário do Ministério Público, o Tribunal Justiça de MS revogou a prisão de Laurentino Pavão e ele ganhou o direito de aguardar o julgamento em liberdade. Em 2010 o MP recorreu e mais uma vez a 1ª Turma Criminal do TJMS manteve o ex-vereador solto.

Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Homem fugiu deixando uma mochila com 18 quilos de maconha, depois de ser abordado esta manhã (10) por um policial a paisana na rodoviária de Ponta Po...
Marido agride mulher e tenta se enforcar em seguida, mas vai preso
Depois de agredir a esposa, de 45 anos, homem de 26, tentou se enforcar, mas acabou preso, esta noite (10) em Vicentina, a 255 quilômetros de Campo G...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions