A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

24/05/2011 14:20

Ex-presidiário volta à cadeia depois de espancar mulher por duas vezes

Nadyenka Castro

Ele não aceitava fim do relacionamento

Ademilson já havia sido preso por estupro e agora voltou à cadeia por ter estuprado a ex-esposa. (Foto: Divulgação)Ademilson já havia sido preso por estupro e agora voltou à cadeia por ter estuprado a ex-esposa. (Foto: Divulgação)

O ex-presidiário Ademilson Pedro dos Santos, 45 anos, conhecido como “guri”, foi preso nessa segunda-feira, depois de espancar a ex-mulher por duas vezes, em Selvíria, a 404 quilômetros de Campo Grande. Ele não aceita o fim do relacionamento.

A primeira agressão denunciada à Polícia ocorreu no dia 26 de fevereiro deste ano. Ademilson ameaçou de morte a ex-companheira e desferiu golpes de capacete, fugindo em seguida.

Menos de um mês depois, no dia 20 de março, ele apareceu, espancou a ex-mulher e a arrastou pelos cabelos. Ela ficou com ferimentos graves e novamente o autor fugiu.

A vítima contou o caso à Polícia Civil que pediu a prisão preventiva de Ademilson, sendo deferida pela Justiça.

Ele acabou preso nessa segunda-feira em Selvíria, onde voltou para cumprir as ameaças feitas à ex-esposa, após ter ficado vários dias escondido no município de Andradina, interior de São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, Ademilson estava em liberdade provisória após ter ficado preso em Ilha Solteira, São Paulo, pelo crime de estupro ocorrido em 28 de novembro do ano passado.

Ele já esteve preso também em Três Lagoas, pelo mesmo crime, e já foi processado por tráfico de drogas.

Homem que cumpria pena no semiaberto é executado a tiros; autor fugiu
Foi morto a tiros nesta segunda-feira (20) em Rio Negro - cidade localizada a 144 km de Campo Grande - Norimar Gastão Dutra Junior, de 28 anos. O cri...
Apresentações do projeto 'Um poeta na cidade' acontecem na quinta-feira
Caarapó - cidade localizada a 283 km de Campo Grande - recebe na próxima quinta-feira (23) o projeto "Um poeta na cidade", de Emanuel Marinho. O proj...



Pelo q parece ele não gosta de mulher, esse camarada tem q arrumar um homem pra ele, e se ele se meder a besta com o esposo, vai levar o q merece.
 
Renato Rieff em 24/05/2011 09:00:24
O que leva uma pessoa pensar que outra é sua propriedade?! Esse covarde, tarado, asqueroso, pratica uma série de delitos e quer forçar alguém a permanecer a seu lado. Se enxerga pré-histórico, ogro, homem das cavernas...Quem em sã consciência, quer compartilhar a vida com um nada como você?! Por favor, some, desaparece da vida dessa mulher, já que é incapaz de fazê-la feliz, ou pelo menos, respeita-la enquanto pessoa...Mas, como isso é díficil de acontecer, o sumiço desse incompetente....O mais certo, é a vítima aproveitar que o animal está trancafiado (temporiamente) e sair da cidade...Afinal, ele já demonstrou que tem tempo e disposição para infernizar, ou até mesmo, acabar com a vida da vítima.
 
Patricia Maria em 24/05/2011 04:57:10
É ISSO AI M. LUCIA. MULHER TEM Q SE TRATADA COM RESPEITO.
 
sales filho em 24/05/2011 03:22:15
Aí vai um recado prá esposa desse canalha: some dessa cidade enquanto é tempo, se quiser continuar vivendo. Infelizmente esse vagabundo não vai ficar muito tempo na cadeia. Essa é a nossa justiça.
 
M.Lúcia em 24/05/2011 02:43:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions