A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/08/2014 20:58

Exército dá apoio à PMA em operação contra fechamento de rio com redes

Alan Diógenes
Ao todo, foram apreendidas oito redes armadas por pescadores paraguaios. (Foto: Divulgação)Ao todo, foram apreendidas oito redes armadas por pescadores paraguaios. (Foto: Divulgação)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) em conjunto com o Exército Brasileiro apreenderam petrechos de pesca usados ilegalmente por pescadores no rio Apa, em Porto Murtinho, a 484 quilômetros de Campo Grande. Os pescadores "fecham" o rio a ponto de os peixes não conseguirem passar.

Veja Mais
Com sítio invadido por índios, família está há nove meses fora de casa
Pistoleiro preso “some” e prefeito de Pedro Juan cobra polícia paraguaia

A presença de militares do Exército foi necessária para maior segurança, já que em operações como essa, os pescadores costumam ficar do outro lado do rio, no país vizinho, para atirar contra os policiais. As equipes com 12 homens chegaram até região através de denúncias em que testemunhas informaram que pescadores paraguaios tinham armado redes de pesca em um trecho do rio. Quando os militares chegaram ao local, encontraram oito redes de pesca. Mas os pescadores tinham se evadido do lugar.

A forma em que os petrechos estavam armados é extremamente depredadora, pois não há como os cardumes passarem sem serem pegos pelas redes.

Os peixes que estavam presos foram devolvidos ao rio. Já as redes foram apreendidas, levadas para o quartel da PMA em Porto Murtinho, e posteriormente serão descaracterizadas e recicladas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions