A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

01/06/2011 22:13

Exército “fecha” fronteira com o Paraguai a partir de amanhã

Paulo Fernandes
Participarão da operação na fronteira com o Paraguai, 800 militares (Foto: divulgação)Participarão da operação na fronteira com o Paraguai, 800 militares (Foto: divulgação)

A partir de amanhã, o Exército promete “fechar” a fronteira para os crimes, com 800 militares e 130 viaturas em uma faixa de aproximadamente 650 quilômetros, de Mundo Novo a São Carlos.

Fruto de um planejamento feito ao final de 2010, a Operação Atalaia é realizada pela 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada “Brigada Guaicurus” em parceira com os órgãos de segurança pública, meio ambiente e fiscalização fazendária de Mato Grosso do Sul.

Serão estabelecidos pontos de bloqueio e de controle de estradas nas principais vias de acesso ao território brasileiro.

Participam da operação o 10º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Bela Vista), o 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Ponta Porã), o 17º Regimento de Cavalaria Mecanizado (Amambai), o 20º Regimento de Cavalaria Blindado (Campo Grande), o 9º Grupo de Artilharia de Campanha (Nioaque), a 4ª Companhia de Engenharia e Combate Mecanizada (Jardim) e a 2ª Companhia de Infantaria (Três Lagoas).

Ministros lançam hoje plano de combate a crimes em áreas de fronteira
Os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da Defesa, Nelson Jobim, assinam hoje, às 13 horas (hora de MS), acordo de cooperação para a execuçã...
Mulher tenta matar vizinha com faca e diz que foi forçada por traficante
Mulher de 28 anos tentou matar a vizinha, de 30 anos, por volta das 7h30 da manhã desta sexta-feira (20 em Paranaíba - município distante 422 Km de C...



Enquanto cidadão de bem que sou, e "pagador de impostos" acho ótimo que tais operações sejam realizadas. e que sejam rotineiras. SÓ NÃO CONCORDO É COM A DIVULGAÇÃO PRÉVIA. Fernando - Campo Grande/MS
 
Fernando Silva em 02/06/2011 11:51:31
Apóio 100% essa iniciativa. O que falta é o apoio da imprensa em não divulgar anteriormente a execução dessas operações para não atrapalhar seu bom andamento.
Normalmente, as apreensões são pequena dada a informação transmitida pelos órgãos de imprensa que noticiam a operação e acabam por avisar aqueles que cometem os crimes transfronteiriços. Vamos acordar para essa realidade e nos unir para acabar com a criminalidade! Parabéns, mais uma vez, ao Exército Brasileiro pelo pronto emprego.
 
Felipe Barros Correa em 02/06/2011 10:59:35
Parabéns, parabéns.
Se essa idéia de fechar a fronteira for todos os dias nos 365 dias no ano parabéns, casso não isso não vai mudar muita coisa porque os vagabundos só esperam os soldados saírem para voltar a traficar, contrabandear e levar os nossos carros pra fora do Brasil.
Se nos Estado Unidos tem ate cerca já passam imagine aqui que não tem.
Essa ação deveria ser bem rígida ninguém entra ou sai sem ser revistado ai sim seria a melhor maneira de combater os traficantes bandidos etc...

 
Silas Antonio em 02/06/2011 10:54:23
quanta hipocrisia,palavras decoradas eu quem pago o salario bla bla bla. E voce tambem quem reelege.aos leigos:Operacao nao e permanente tem inicio e fim.Se quisermos que tal fato seja de carater permanente.devemos nos organizar e cobrar dos nossos poderes,executivo,legislativo e judiciario.Caso contrario a semana que vem acaba.
 
nelson wAGNO ribeiro da silva em 02/06/2011 10:21:42
Até que enfim, resolveram moralizar esta fronteira. O exercito tem mesmo que atuar nesta faixa, a sociedade no geral agradeçe, todos saem ganhando com isso.
 
Rogerio Serraglio em 02/06/2011 10:18:41
Muito bom esta iniciativa de o exercito fiscalizar a fronteira de nosso estado.Muito tempo atras quando ainda eu era menino ouvia dizer que o exercito fiscalizava a fronteira e que ele ia deichar de fiscalizar a mesma, então o comentario era o seguinte:agora o contrabando vai correr a vontade. E isto está acontecendo até hoje.Agora com esta iniciativa vamos ter menos armas na mão dos bandidos e outras coisitas mais.Em vez de o governo incentivar o cidadão entregar suas armas, que faça as armas não chegarem às mãos dos bandidos.Parabéns aos nossos soldados do exercito brasileiro.
 
wanduildo silvestre alves em 02/06/2011 09:10:00
Parabens ao Governo, é isso ai, já que os anteriores não fizeram, que UMA MULHER tenha coragem e faça. Vamos deixar AS MÁGOAS DE 64 para trás e pensar num futuro melhor para nós e nossa familia. Vou usar uma frase que li hj. "NÃO VAMOS NOS PREOCUPAR EM TER UM BOM PLANETA PARA OS NOSSOS FILHOS, MAS PREOCUPEMO-NOS EM DEIXAR BONS FILHOS PARA ESSE PLANETA IDEALIZADO". VAMOS FORTALECER o exército brasileiro,além de ser o orgulho dessa Nação,ele proteje quem anda certo, produzindo e vive honestamente.Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!
 
Mario Nazar em 02/06/2011 09:01:48
PARABENS, QUE SEJA PERMANENTE, E QUE A IMPRENSA, EXCELENTE DEFENSORA SOCIAL, NÃO DIVULGUE ONDE ELES VÃO TRABALHAREM, POIS SÃO ASSUNTOS CONFIDENCIAIS, QUE TODOS OS DIRIGENTES PÚBLICOS E SOCIAIS TEM QUE TER, SE NÃO OS FORA DAS LEIS, FICAM SABENDO E O PRINCIPAL NÃO É PRESO OU APREENDIDO, QUE DEUS DÊ INTELIGÊNCIA E SABEDORIA PARA A IMPRENSA EM GERAL, POIS DEUS ESPERA MUITO DESTA CLASSE ESPECIAL.
 
PEDRO BRAGA em 02/06/2011 08:31:55
Ja que estamos em época de paz, graças a Deus, esse tipo de operação deveria ser constante, isso ajudaria muito a proteger nosso estado e consequentemente o país, pois nos noticiarios MS é porta de entrada de tudo que não presta.
Infelizmente teve que aparacer mais uma vez em rede nacional pra que fosse tomadas medidas cabivéis, nem por isso deixo de agradecer ao nosso exercito que mais uma vez será atuante afim de levar paz pra nossa população.
EB, Braço forte, mão amiga
 
Anderson soares em 02/06/2011 08:26:39
deveria haver uma reunião com o corpo diplomatica e forças armadas dos dois Paises, para traçar estrategia para resolver esses crimes. ta certo que temos uns individuos que usam o Pais vizinho para pratica de diversos crimes, mas o Paraguay deveria ser mais energico com o assunto droga e cigarros. Feito isso e em caso de reicindencia, partir para atitudes mais drasticas, tanto lá como na Bolivia. Claro, tipo uma operação cirurgica, para evitar danos a população que nada tem a ver com essas coisas. Em tempo amo o povo honesto do Paraguay quanto aos Bolivianos tenho um certo asco.
 
José Henrique Dos Santos em 02/06/2011 08:19:59
Por que quando o Exército põem um pequeno efetivo nas rodovias, os traficantes, os contrabandistas e todos os demais malfeitores ficam tão apavorados?! É porque os militares do EB não se vendem por trinta dinheiros. Eles são, sem dúvida, a última reserva moral do país...
 
Adriano Roberto dos Santos em 02/06/2011 08:17:38
Interessante! Porque não se distribuir panfletos dizendo que haverá barreiras policiais. Assim, os meliantes ficam, efetivamente, mais avisados que haverá uma ação de repressão. As operações para terem sucesso não devem ser avisadas. Do contrário, os verdadeiros criminosos jamais serão presos. Será que não observam isso?
 
Mario Celo em 02/06/2011 08:08:22
Exército dentro dos quartéis, isso já ficou num passado distante. As Forças Armadas tem que se preocupar, como copartícipe da sociedade, de sua segurança. A sociedade somente vê soldados cuidando do entorno das vilas militares, como se os militares também não fizessem parte dessa sociedade tão ciosa de segurança. Parabéns Exército Brasileiro.
 
Rinaldo Ribeiro em 02/06/2011 07:23:42
Aleluiaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!! Só espero que deem continuidade a esse trabalho por um loooongggooo tempo.... Só assim para diminuir o trafico e outros crimes....
 
Andrea Lucia Chaves em 02/06/2011 07:08:17
Enfim, uma maneira de mostrar que o Exército Brasileiro ainda existe e pode dar sua parcela de contribuição à sociedade. Isso eleva o moral das tropas, que podem se enxergar como elemento útil ao país, e não simples ornamento, por sinal oneroso demais para permanecer em constante ócio.
 
marly siqueira caramalack em 02/06/2011 01:47:48
Não estão fazendo mais que sua obrigação , afinal somos nós que pagamos os salários dos servidores públicos federais, estaduais ,municipais e dos 3 poderes , e do ministério público , antigamente o exército só vivia batendo tambores ,vivendo só de lembrança ,medalhas , condecorações ,etc....e tal ,não podemos esquecer que muito políticos e empresários safados , e Estadunidense ,chamados de Americanos ,que acham que são o dono do mundo , foram os responsáveis por manchar a história do exército brasileiro , mas no Brasil o problema não é as fronteiras ! E os portos? e os aereoportos ? cada homem tem seu preço !E os sindicatos de alguns portos do Brasil ? que tá mais poderoso agora , tem gente que é eleita por esse pessoal , e alí nos portos e aereoportos passa boi passa boiada . Bom pelo menos aqui no MS o controle tá melhor , atira para matar ,em legitima defesa do bem , contra as drogas etc.....tal
 
Paulo Roberto Marques Pereira em 02/06/2011 01:47:26
Parabens!!!! A muitos anos as fronteiras brasileiras viraram um caso de segurança nacional.
Passou da hora do exercito brasileiro tomar uma atitude desse porte.
Se o exercito é para caso de segurança nacional, então que cuide de nossas fronteiras que a muitos anos estão as moscas. Que nossos soldados saiam da caserna e cuidem do nosso pais como se deve.
Que esta atitude não seja por apenas por uma semana, depois abandonam tudo as moscas. O efetivo policial é pequeno para o tamanho de fronteira que temos, isso sem mencionar a corrupção que corre frouxa nos meios.
O governo federal a muito deveria ter tido uma medida austera em relação ao caso.
Que a união de forças de nossas autoridades, mostrem aos delinquentes que aqui teem leis e que a mesma tenhem que ser respeitadas.
Parabens...

 
Alfredo Carvalho em 01/06/2011 10:57:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions