A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/01/2012 22:20

Exército libera mototaxista preso em quartel de Bela Vista

Elverson Cardozo

Está em liberdade o motaxista Marcos César Caimar Dias, de 30 anos, que desde o último domingo (8) estava preso no quartel do Exército em Bela Vista. Ele foi liberado no início da noite desta quarta-feira (11).

Veja Mais
OAB tenta libertar mototaxista preso dentro de quartel do Exército
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164

Segundo o advogado responsável pelo caso, Jorge de Souza Marreco, o mototaxista deixou o 10º Regimento de Cavalaria por volta das 18h28. Marcos César não soube explicar o motivo de ter sido colocado em liberdade.

“Ele não soube explicar. Chegou em meu escritório agora pouco”, disse o advogado que relata não ter sido comunicado oficialmente sobre o fato. “Vou fazer o levantamento de tudo o que aconteceu para ver que medida pretendo tomar”, completou.

Entenda o caso – Marcos César foi preso no último domingo (8), enquanto retornava do Paraguai, onde foi abastecer sua motocicleta. A confusão começou na fronteira com país vizinho.

Ele foi abordado por fiscais da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), que estão monitorando entrada e saída de animais juntamente com o Exército - devido aos focos de febre aftosa identificados na localidade.

Segundo o advogado que cuida do caso, o mototaxista foi detido porque estava pilotando de chinelo. Houve discussão. Marcos César foi preso por um Sargento do Exército que o encaminhou ao quartel de Bela Vista.

O caso gerou indignação. De acordo com a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul (OAB/MS), a prisão de Marcos César não foi comunicada a nenhuma autoridade do Poder Judiciário, o que vai contra o estado democrático de direito.

OAB tenta libertar mototaxista preso dentro de quartel do Exército
Civil foi levado para o 10º Regimento de Cavalaria em Bela Vista depois de ser detido em barreira da IagroA prisão de um mototaxista em Bela Vista, ...
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...



meus amigos.. vão estudar um pouco, conhecer um pouco mais a legislação em vigor no seu país. segundo consta, o exército tem poder de policia na faixa de fronteira (100km das faixas de fronteira) e o que de fato aconteceu foi uma ameaça a autoridade investida e em exercicio de função federal (crime impropriamente militar) por ter acontecido em área de atuação do EB.
 
joao silva em 14/01/2012 06:11:25
o CPP e bem claro quando diz que o Civil deve ser apresentado para um autoridade policial (Delegado) para a lavratura do Auto de Prisão , sem dizer que nenhum cidadão pode ser preso em flagrante Delito crimes de baixo potencial ofensivo, imagine se todos que cometerem uma ameaça ou pilotar moto de chinelo fosse preso em flagrante delito, não teria lugar para colocar todos os preso. fora DITADURA!
 
liliane Duran em 12/01/2012 11:01:31
Sinto muito em dizer, mas o Sr. Adalgiso da Silva deve ter sérios problemas que lhe dificultam o aprendizado. A academia da Policia Federal forma bons policiais na metade dos "10 meses" que ele diz serem necessários para formar um policial "mais ou menos". E o mais importante para certos atos é a estatura moral (as forças armadas tem de sobra), e não um mero treinamento.
 
Adriano Roberto dos Santos em 12/01/2012 10:01:31
Sabemos da importância do Exército Brasileiro na proteção das nossas divisas, mas eles não estão preparados para atuarem como policiais, o cidadão não pode ser visto como um inimigo, se errou deve responder por seus atos conforme a lei e não a bel prazer.
 
Antonio Edson em 12/01/2012 09:18:00
Talves ele esteja carregando uma vaca ou qualquer animal na moto.......Seiii agora soldadinho que ser autoridade ta querendo ser policia vai estudar
 
Kaike Machado em 12/01/2012 08:54:25
Cárcere privado, abuso de poder...'No mínimo!!!!Alguém precisa avisar aos milicos de lá, que a ditadura acabou faz um tempinho...
 
carlos josé dos santos em 12/01/2012 08:43:20
Se me lembro bem o exercito é para defender o pais em situações de gerra, não para ficar nas fronteiras parando caminhões e carros, com soldados sem um treinamento adequado para isso...QUE PAIS É ESSE????
 
Silvio Silva em 11/01/2012 11:40:40
VOCÊU QUE É UM CIDADÃO, ENTENDE AGORA PORQUE O EXÉRCITO NÃO PODE FAZER CERTO TIPO DE OPERAÇÃO? UM POLICIAL PRA SER FORMADO "MAIS OU MENOS" ESTUDA NO MÍNIMO NA ACADEMIA 10 MESES. EU SERVI O EXÉCITO, E LÁ NAO APRENDI NADA DE "PRISÃO EM FLAGRANTE", DIREITO PENAL, DIREITO CIVIL. E AGORA? COMO FICARÁ? ISSO É NO MÍNIMO UM CÁRCERE PRIVADO. NAO ESTAMOS EM UMA GUERRA PRO E.B. ESTAR FAZENDO ABORDAGENS.
 
adalgiso da silva em 11/01/2012 11:39:39
SEGUNDO:QUE AUTORIDADE TEM O EXÉRCITO OU ESTE SARGENTO PARA "PRENDER ALGUÉM",ISTO É FUNÇÃO DA POLICIA OSTENSIVA "PM"E DA POLICIA JUDICIARIA "PC",E O MAIS GRAVE NÃO COMUNICOU O FATO Á AUTORIDADE ALGUMA:JUIZ E OU DELEGADO DE POLICIA(ESTES SIM,AUTORIDADES),NUNCA FAZEM NADA A NÃO SER DESFILAREM,QUANDO FAZ ACONTECE ISSO, LAMENTÁVEL.
 
RICARDO TERRA em 11/01/2012 11:30:07
Primeiro:EM QUE LEI ESTE SARGENTO"DO EXERCITO"SE BASEOU E LEU QUE NÃO SE ODE PILOTAR E OU DIRIGIR DE CHINELOS?SEGUNDO CONSTA A LEI PROÍBE E OU ESTA ESCRITO QUE NÃO SE PODE DIRIGIR DE CALÇADO:Art. 252. Dirigir o veículo: IV - usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais;....SE EU ME SINTO BEM DE CHINELOS,E DAI???não especificA QUAL CALÇADO.
 
ricardo terra em 11/01/2012 11:27:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions