A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

21/05/2015 16:37

Família busca há uma semana por homem que sumiu ao fazer frete

Mariana Rodrigues
Familiares do homem que está desaparecido começaram a fazer buscas por conta própria. (Foto: O Pantaneiro)Familiares do homem que está desaparecido começaram a fazer buscas por conta própria. (Foto: O Pantaneiro)

Familiares e amigos buscam encontrar Emir Camargo Franco, 56 anos, que está desaparecido desde o último dia 13, quando saiu para supostamente fazer um frete em Aquidauana - cidade distante a 135 km de Campo Grande. A última vez que ele foi visto foi em frente a um supermercado que fica próximo a sua casa.

Veja Mais
Central para encontrar desaparecido de MS e oito Estados começa a funcionar hoje
Homem que saiu para fazer currículo está desaparecido há 18 dias na Capital

Segundo informações do site O Pantaneiro, Emir estava em um veículo F-4000 branca, com placas de Bonito. De acordo com as gravações do circuito de segurança do supermercado, o homem foi visto pela última vez por volta das 4h30.

A filha do homem que está desaparecido disse que não fazem ideia do que possa ter acontecido, pois o pai tinha o habito de avisar quando o frete fosse distante. Ela contou que o pai inclusive deixou tudo preparado para fazer o almoço. “Se ele saiu para fazer um frete, ia ser rápido, pois antes de sair de casa meu pai fez arroz, tirou o feijão e a carne pra descongelar, provavelmente tinha intenção de retornar antes do almoço”, contou Aline da Silva Camargo, 26 anos.

O sobrinho Marilson Santana, 33 anos, disse que por volta das 6 horas da manhã no dia do desaparecimento, passou em frente à casa do tio e não viu o caminhão na garagem. Quando passou novamente no horário do almoço percebeu que o local continuava vazio, foi então que decidiu ligar no celular de Emir, que deu fora de área.

“Achei estranho, liguei para minhas primas, elas não estavam sabendo de nada, meu tio não avisou, e também não tinha o hábito de sair de madrugada, aí fui tentando ligar e sempre fora de área, aí me preocupei e orientei as meninas a registrarem um boletim de ocorrência”, disse.

Após registrarem o boletim de ocorrência, os próprios familiares e amigos começaram a percorrer a região da Toca da Onça, assentamento Dois Irmãos do Buriti, cidade de Jardim e Nioaque, na esperança de encontrar alguma pista que possa levar o paradeiro de Emir.

A família apontou duas situações que possam ter relação com o desaparecimento de Emir. No domingo anterior a data do fato, uma vizinha contou que dois homens em uma moto, buzinaram insistentemente em frente à casa do freteiro por volta das 22h30.

Já no dia do sumiço, outra vizinha que sai para trabalhar às 04 horas da manhã percebeu que uma camionete modelo Hilux com quatro homens dentro, deu quatro voltas na quadra da residência de Emir.

O delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, Mário Donizete Ferraz de Queiroz, disse que já foi instaurado um inquérito policial e também feito contato com toda a polícia da região de fronteira, além do pedido da quebra do sigilo telefônico de Emir.

“Trabalhamos com todas as hipóteses, estamos próximos às fronteiras, podem ter solicitado um frete para roubar o caminhão, tudo está sendo levantado, mas a prioridade é encontrar o motorista”, disse o delegado.

Mario Donizete adiantou que testemunhas estão sendo ouvidas, mas não revelou mais detalhes para não atrapalhar a investigação. A família pede para quem tiver qualquer informação a respeito do caso, que entrem em contato pelo 190.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions