A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

16/01/2015 15:26

Família de menino com câncer pede ajuda para continuar tratamento

Vania Galceran
Família de Daniel continua em busca de tratamento para salvar a vida de filho com câncer. (foto: Arquivo)Família de Daniel continua em busca de tratamento para salvar a vida de filho com câncer. (foto: Arquivo)

Mais de um ano de espera por uma cirurgia e o estudante Daniel Araújo dos Santos, 16 anos, ainda vive a apreensão por uma decisão médica. O adolescente foi diagnosticado com um tumor em uma glândula na boca, já em estado avançado. A família de Daniel, travou uma luta pela vida dele, buscando auxílio médico, ajuda em vários hospitais e chegou a abrir uma conta bancária para pedir aos amigos, conhecidos e até estranhos que colaborassem com o tratamento.

Veja Mais
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas
Pajero com 5 passageiros sai da pista, capota e “sobe” em poste de energia

A mãe de Daniel, Sônia Lemes de Araújo, 35 anos, está desesperada, por uma novidade, por uma notícia que afaste toda e qualquer hipótese de Daniel continuar sofrendo com o tumor que tem aumentado e causado muito sofrimento ao rapaz.

Daniel precisa fazer a cirurgia, pois seu caso é bastante grave. “Por causa do tumor na boca, ele não consegue se alimentar e está muito fraco”, conta a mãe. Sônia, largou tudo em Coxim, cidade distante 260 km de Campo Grande, onde mora com o esposo e o filho, para se dedicar ao tratamento dele.

Em novembro do ano passado, a família embarcou para o interior de São Paulo, buscando tratamento no Hospital de Câncer de Barretos. O caso de Daniel, segundo os médicos é avaliado como gravíssimo, ele luta para ser curado de um câncer na face, do tipo sarcoma de grau III.

A primeira consulta foi no dia 18 de novembro, onde Daniel não pode operar. Segundo a mãe do estudante os médicos disseram que o tumor avançou muito e qualquer procedimento seria delicado no momento. Ele chegou a fazer ainda dez sessões de radioterapia, que de acordo com a família, não teve muito sucesso, porque a boca de Daniel está muito infeccionada e inspira cuidados.

Mesmo assim, ele ainda passou por sessões de radioterapia e fez traqueostomia, e só consegue se alimentar pela sonda. Ainda de acordo com a mãe, vários exames foram feitos, e não constou nada em nenhum outro lugar do organismo, o tumor está instalado apenas na região bucal e afeta toda a face.

Tratamento - Dia 20 de janeiro, próxima terça-feira, a mãe de Daniel vem a Campo Grande para se reunir com o médico que cuida do caso desde o início. O médico teria solicitado os exames realizados no Hospital do Câncer de Barretos, para uma avaliação e em seguida uma conversa com a família.

Daniel, de 17 anos está recebendo tratamento de saúde na cidade de Coxim, e segundo a família, está com anemia, por isso precisa receber sangue no Hospital Municipal, mas está consciente, caminhando e lutando pela vida, porém muito debilitado.

Sônia diz que apesar de toda evolução da doença levá-la a momentos de desânimo, ela está focada no principal objetivo que é buscar a cura para Daniel. A mãe faz questão de dizer que encontra forças em Deus para continuar sua jornada, sem se importar com os pormenores.

“Costumo dizer que guardei minha vergonha numa sacola. Quando meu filho estiver curado, porque eu acredito nisso, vou abrir a sacolinha”, diz em tom de brincadeira.

A mãe se refere às duas campanhas que fez, com ajuda e incentivo de amigos e da imprensa para arrecadar recursos. A primeira aconteceu no começo do ano passado, no mês de fevereiro, quando foram arrecadados quase R$ 20 mil para o adolescente ser submetido a primeira cirurgia em Campo Grande.

O procedimento não resolveu e 12 dias depois o tumor estava maior do que antes da cirurgia. Começava, então, a quimioterapia, que também não apresentou resultados significativos. Já a segunda campanha aconteceu este mês para que Wilson pudesse acompanhar a esposa e o filho em Barretos.

É que o tratamento cobre apenas um acompanhante e Daniel faz questão da presença do pai. A família conseguiu economizar com a viagem de Wilson, pois a secretaria de Saúde de Coxim viabilizou a ida dos três para o interior de São Paulo. Nesta segunda campanha foram arrecadados pouco mais de R$ 4 mil, que custearam a hospedagem e alimentação do pai em Barretos.

Mas quem puder e quiser continuar ajudando os pais que deixaram o emprego numa fazenda e vieram para cidade, morar de favor, enquanto buscam a cura para o filho, podem depositar qualquer quantia na conta poupança em nome da mãe, Sonia Lemes de Araújo, agência 1107 da Caixa Econômica Federal, operação 013, conta 0029414-0. Uma oração também pode fazer a diferença na vida da família.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions