A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

29/01/2014 10:41

Família diz que polícia e Exército não procuram casal desaparecido

Edivaldo Bitencourt e Aline dos Santos

A família dos jovens Amanda Galhardo, 15 anos, e Agnaldo de Oliveira Silva Júnior, 20, afirma que policiais e militares do Exército suspenderam as buscas ao casal, desaparecido desde a tarde de sexta-feira (24). Eles sumiram após o pneu da motocicleta furar e desistirem de ir a uma fazenda em Aquidauana, a 130 quilômetros da Capital.

Veja Mais
Casal desaparece em estrada perto de Taboco após pneu de moto furar
Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira

Conforme a irmã de Amanda, a vendedora de salgados Ana Carolina Galhardo Machado, 19, ninguém está procurando mais os dois jovens. “Nem o quartel está fazendo buscas”, afirmou a jovem, por telefone na manhã de hoje.

Ela voltou a descrever o sumiço dos jovens. Eles estavam indo para uma fazenda na região do Taboco, a 50 quilômetros de Aquidauana, quando o pneu da motocicleta Honda Fan 125 furou. Então, Agnaldo ligou para a mãe e avisou, por volta das 15h, que estava voltando para a casa.

Em frente da Fazenda Vitória, o casal foi visto por uma conhecida da família voltando para Anastácio, onde residem, empurrando a moto. Como Amanda estava em cima da moto, ela ofereceu carona, mas a menina recusou a ajuda. Eles foram vistos nesta região, a 22 quilômetros da cidade, por volta das 16h.

Ontem, o Campo Grande News obteve a informação de outros familiares de que as buscas estavam sendo feitas pelo Exército, Polícia Militar e Polícia Civil. Nesta quarta-feira, a Funai (Fundação Nacional do Índio) também informou que está realizando buscas pelo casal.

Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



policia e devagar fosse a prf rapidao ia achar
 
marcos cordeiro da silva em 06/02/2014 15:46:00
essa policia nao ta comnada
 
elias silva ramos em 06/02/2014 15:44:56
que eu fiquei sabendo por um amigo meu que é militar na segunda tinha ido duas tropas de manha desarmada e outra duas tropas de 15 homens atras dele
 
luis fernando ferreira liborio em 29/01/2014 16:40:06
não entendi. O que o Exército tem com isso? O jovem era militar?
 
Alex André de souza em 29/01/2014 13:22:44
A culpa é de pessoas, como o casal que sumiu saindo de Ponta Porã vindo pra Campo Grande no final do ano passado, sumiram por 15 dias, a policia e o exército gastaram um bom dinheiro procurando e depois dos 15 dias o casalzinho apareceu dizendo que resolveram para em um pesque e pague em um sítio e resolveram ficar por lá, a desculpa é que não tinha sinal de celular. O correto neste caso era o poder público mandar a conta das buscas para a familia do casal, por situações como esta a policia deixa de procurar pessoas realmente desaparecidas em casos realmente sérios.
 
maximiliano nahas em 29/01/2014 12:29:02
como q as pessoas somem assim; esta historia esta mt estranha
 
shirlley dos santos em 29/01/2014 11:29:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions