A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

17/08/2015 12:45

Família suspeita que homem de 54 anos foi morto em incêndio criminoso

Caroline Maldonado e Viviane Oliveira
César Augusto de Freitas Diniz, 54 anos, foi encontrado morto em casa incendiada (Foto: Divulgação)César Augusto de Freitas Diniz, 54 anos, foi encontrado morto em casa incendiada (Foto: Divulgação)

A polícia não descarta a hipótese de que foi criminoso o incêndio que matou César Augusto de Freitas Diniz, 54 anos, na última quinta-feira (13), em Anaurilândia, a 371 quilômetros de Campo Grande. Já a família não tem dúvidas de que se tratou de um crime e aponta os indícios que reforçam a possibilidade.

A esposa de César, Adriana Fernandes de Lima, 40 anos, conta que o corpo da vítima foi encontrado na porta da casa no assentamento Esperança e o fogo consumiu toda a casa rapidamente. Ela mora em Rio Brilhante e tem dois filhos, de 19 e 17 anos, com César.

Segundo Adriana, ele estava morando no Lote 4, em uma casa de tábua, há dez meses. De acordo com ela, no dia do incêndio, por volta das 19h, César chegou de carona com o vizinho, abriu o cadeado e entrou.

Como o corpo foi encontrado na porta da frente da casa, a esposa acredita que alguém o agrediu até desmaiar e, em seguida, colocou fogo na casa. “É claro que se ele não tivesse desmaiado e tivesse percebido o fogo, ele teria escapado, porque a casa era pequena e ele foi encontrado na entrada”, diz.

Ela lembra ainda que havia dois cachorros pequenos que, geralmente, ficavam trancados dentro da casa e esses animais foram encontrados perto dali depois do incêndio. “Até os cachorros fugiram do fogo. Se pudesse, ele teria fugido também. Estou agoniada, porque o tempo está passando e ainda não se sabe o autor do crime”.

Embora a polícia aguarde o resultado da perícia, investiga o caso considerando a hipótese de incêndio criminoso, segundo o investigador Sérgio Barreto. “Temos que suspeitar de todos. A princípio, foi somente um incêndio. Estamos aguardando resultado da perícia, mas já estamos investigando”, disse. Segundo Barreto, o resultado da perícia pode sair entre 15 e 60 dias. A polícia pede que quem tiver alguma informação que possa ajudar a esclarecer o caso faça denúncia pelo (67) 3445-1161.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions