A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

01/02/2012 00:58

Famílias aguardam liberação dos quatro corpos de trabalhadores do curtume

Paula Maciulevicius

De acordo com a funerária, a previsão é de que os corpos sejam liberados até 3h da madrugada desta quarta-feira

Dois corpos devem ser velados em Bataguassu. Área continua isolada. (Foto: Marlon Ganassin)Dois corpos devem ser velados em Bataguassu. Área continua isolada. (Foto: Marlon Ganassin)

As famílias dos quatro trabalhadores mortos na manhã de hoje após o vazamento de gás tóxico no curtume do frigorífico Marfrig, em Bataguassu, aguardam a liberação dos corpos do IML (Instituto Médico Legal) de Três Lagoas.

De acordo com a funerária, a previsão é de que os corpos sejam liberados até 3h da madrugada desta quarta-feira. O município de Bataguassu não tem IML e as vítimas foram encaminhadas para o Instituto em Três Lagoas.

Dos quatro mortos, dois serão velados em Bataguassu, Edimar Felesbino da Silva, 28 anos e Marcos Vinicius da Silva Melo, de 29, pela funerária Araçá.

O corpo de Waldir Henrique Raimundo, 28 anos, segue para ser velado e enterrado Lins, no interior de São Paulo. Já os familiares da quarta vítima, Karl Matheus Luft, 20 anos, ainda não havia definido onde o corpo seria sepultado. O jovem era de Santa Catarina e o enterro pode ser na região Sul do país.

O caso - De acordo com o Corpo de Bombeiros, um caminhão descarregava ácido dicloro-propiônico em um tanque submerso quando trabalhadores que estavam próximos passaram mal. O ácido entrou em contato com a substância que havia no tanque e causou a reação, exalando grande volume de gás tóxico.

O motorista do caminhão percebeu que houve uma reação química e então fechou a válvula de descarregamento e se afastou do local. Três funcionários que estavam em uma estrutura acima do tanque caíram desmaiados. Um quarto trabalhador tentou descer pelas escadas, mas, também ficou inconsciente. Os quatro morreram, três deles a caminho do hospital e um 10 minutos depois de dar entrada na Santa Casa de Bataguassu.

A área permanece isolada em um raio de 100 metros de distância do curtume.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions