A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

11/02/2014 21:45

Famílias podem receber Crédito Fundiário para construção de novos assentamentos

Alan Diógenes

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ribas do Rio Pardo, cidade distante 103 km de Campo Grande está organizando grupos para buscar recursos do Crédito Fundiário do Ministério do Desenvolvimento Agrário do Governo Federal para manter famílias especializadas em trabalhar com o gado morando nas áreas rurais.

Veja Mais
Governo entrega escrituras do Programa de Crédito Fundiário nesta sexta
Crédito Fundiário beneficia 108 famílias com R$ 3,5 mi

Essas famílias acostumadas a morar na zona rural, estavam sendo obrigadas a se mudarem para a zona urbana após demissões acontecerem por conta da mudança gradual da matriz econômica na exploração da terra, da pecuária e do eucalipto no município.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Silvio Menezes, essas famílias não sabem exercer outra atividade ao não ser cuidar do gado. “São famílias que não sabem viver sem cultivar a terra ou mexer com gado e agora estão desempregadas, sendo obrigadas a mudar de profissão”, ressaltou.

Dois grupos já estão trabalhando na fase de contratação dos recursos para a aquisição de áreas e montagem de mais dois assentamentos no município. Silvio acredita que em maio deste ano, novos assentamentos já estejam formados. 

Uma das últimas reuniões do grupo aconteceu no dia 06 deste mês, no Sindicato Rural Patrona, onde foram apresentadas informações burocráticas necessárias para a finalização dos procedimentos que asseguram a liberação de recursos do Governo Federal para a implantação dos assentamentos.

A próxima reunião será quinta-feira dia 13, desta vez no Ginásio de Esportes da Prefeitura. Na pauta, está a elaboração do Projeto Produtivo.

Segundo o presidente do sindicato a expecatativa da reunião é reunir o maior número de famílias. “Estamos esperando cerca de 300 pessoas das famílias que vão estar em dois assentamentos”, destacou.

Crédito Fundiário:

O Crédito Fundiário é uma iniciativa do Governo Federal que oferece R$ 60 mil para cada família interessada que tem uma carência de três anos para começar a pagar e 17 anos para quitar o valor do terreno. O pagamento em dia possibilita um desconto que chega a 40% do total do investimento.

Cada propriedade tem, no mínimo, cinco hectares. Entre as exigências para se inscrever no programa, está o fato da família interessada ter de comprovar a experiência de cinco anos cultivando a terra.

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ribas fez a opção pela linha de crédito conhecida como CPR (Combate a Pobreza Geral). O salário família dos interessados não pode ultrapassar o valor de R$ 15 mil, anualmente.

Serviço: 

Reunião sobre Crédito Fundiário
Local: Ginásio de Esportes da Prefeitura
Data: 13-02-2014 – quinta-feira
Hora: 8h
Realização: Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ribas do Rio Pardo-MS
Maiores informações: Av. Jesuíno Álvares de Barros, 642,Nossa Senhora Conceição II

 

Governo entrega escrituras do Programa de Crédito Fundiário nesta sexta
O governador André Puccinelli (PMDB) entrega nesta sexta-feira (20), às 8h, as escrituras públicas de compra e venda de terras, realizadas pelo Progr...
Crédito Fundiário beneficia 108 famílias com R$ 3,5 mi
O Governo estadual vai entregar as escrituras públicas para 108 famílias contempladas pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário, antigo Banco da Te...
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas
A Polícia Civil de Anastácio, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande, prendeu na última quarta-feira (07), dois suspeitos de terem cometido um homi...



O Programa de Crédito Fundiário disponibiliza p/ Estado de MS valores que chegam a R$ 80Mil por familia, dependendo da região. São duas linhas de Créditos CAF e CPR. O tamanho da propriedade depende da negociação entre comprador e vendedor. Quanto menor valor negociado por hectare, mais hectare o agricultor terá. Ótima oportunidade p/ retornar a terra. Exigência: Experiência na exploração agropecuária de no minimo 5 anos nos últimos 15 anos. Hoje já são mais de 4,2 mil famílias beneficiadas no MS.
 
Ezequiel dos Santos em 11/02/2014 22:43:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions