A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

02/04/2011 11:24

Funcionários de usina são presos por furtar carro de traficantes e vender peças

Angela Kempfer
Pálio antes e depois de ser furtado e desmanchado. (Divulgação)Pálio antes e depois de ser furtado e desmanchado. (Divulgação)

A Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) prendeu na última terça-feira (29) quatro funcionários da Usina Passa Tempo de Rio Brilhante, mas só hoje a ocorrência foi divulgada.

O grupo vai responder por furto qualificado, por terem desaparecido com veículo após apreensão da Polícia. Guilherme da Silva Souza, 31 anos, Ricardo Gomes Barbosa, 26 anos, Domingos Evangelista da Silva Filho, 23 anos, e Carlos Alberto Fidalgo da Cruz, 22 anos, e foi indiciado por receptação de parte das peças, Isael Diniz da Silva, 44 anos, todos residentes no município de Rio Brilhante, são acusados de furtar carro de traficantes e vender as peças.

O veículo havia sumido no dia 24 de março, quando foi apreendido em estrada vicinal. O Pálio era usado por Agamaildo Firmiano da Silva (Gama) e José Batista da Silva, que foram presos pela Defron, quando foram surpreendidos com quase duzentos quilos de maconha escondidos em um matagal às margens da rodovia MS 455, próximo da Usina Passa Tempo. Os dois também são acusados de roubo a bancos.

Agamaildo e José Batista tinham descarregado a droga do Fiat Pálio, pois o veículo havia apresentado problemas mecânicos e a Defron pediu aos funcionários da Usina Passa Tempo para rebocar o veículo com um trator até o pátio da agroindústria, no entanto, no meio do caminho, os empregados puxaram o veículo para dentro do canavial e o desmancharam.

Depois, transportaram as peças roubadas até a casa de Guilherme da Silva Souza em Rio Brilhante, usando ferramentas e dois VW/Saveiro da usina onde trabalhavam para fazer o transporte do que foi furtado.

Todos os presos foram autuados em flagrante e estão recolhidos no Estabelecimento Penal de Rio Brilhante.

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



Caro leitor, é com muita tristeza que vejo a sua discrença com relação ao nosso setor de Segurança, porém venho por meio desse recado dizer que conheço os trabalhados dessa Delegacia DEFRON ou melhor dos excelentes profissionais que ali prestam serviços a sociedade não só de Dourados-MS, bem como à várias cidades fronteiriças do nosso querido Estado. Posso afirmar que para que estes políciais tenham deixados este veículo no local, o mesmo não deveria estar em condições de rodar. Porém tenho absoluta certeza das condutas ilibadas de tais políciais que agiram e evitaram que essa Droga pudesse chegar até minha casa ou até mesmo á sua casa e acabar com a estrutura que você sempre zelou.... Abraços a todos polícias Civis, Militares do nosso ESTADO
 
Pedro Nunes em 04/04/2011 10:12:13
Os policiais que pediram aos trabalhadores da Usina para transportarem veículo, também terão que ser punidos por desídia. Aliás, como a Polícia gosta de cuidar do patrimônio de quem possui mais, é evidente que isso seria a paga pelos serviços prestados, pois todos sabemos do comensalismo entre a polícia e os poderosos grupos econômicos.
 
Rinaldo Ribeiro em 03/04/2011 11:56:15
A policia nao tinha nada q pedir pra terceiros rebocar o veiculo;pois infelismente obrasil temdessas coisas.enfim a maioria vive da corrupcao.seo mensalao saiu dos cofresdoo governo o que e um palio se formos pensar na bandidagem.
 
lukas santana em 03/04/2011 09:20:15
ladrao que rouba ladrao tambem vai pra prisao
 
cleiton costa em 02/04/2011 11:36:32
só um inquérito pra apurar se isso foi verdade, se bem que nem em inquérito eu acredito mais, existem muitas artimanhas que podem sugerir varios caminhos em uma mesma investigação, o responsavel pelo inquerito pode perfeitamente passar de ouvinte a acusador. POBRE GENTE POBRE BRASILEIRA QUE AINDA ACREDITA EM PAPAI NOEL.
 
MARIVALDO em 02/04/2011 04:43:39
 Funcionários de usina são presos por furtar carro de traficantes e vender peças
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions