A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

16/04/2015 11:47

Gaeco apreende documentos na prefeitura durante a "Operação Tempestade"

Renan Nucci
Gaeco busca documentos que desparecem após forte chuva que atingiu a sala de digitalização da prefeitura. (Divulgação/Assessoria-Gaeco)Gaeco busca documentos que desparecem após forte chuva que atingiu a sala de digitalização da prefeitura. (Divulgação/Assessoria-Gaeco)
Gaeco cumpre mandado expedido pelo juiz da 2ª Vara da comarca de Camapuã. (Divulgação/Assessoria-Gaeco)Gaeco cumpre mandado expedido pelo juiz da 2ª Vara da comarca de Camapuã. (Divulgação/Assessoria-Gaeco)

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) cumpre nesta quinta-feira (16), no âmbito da “Operação Tempestade”, mandado de busca e apreensão de documentos na prefeitura de Camapuã, a 140 quilômetros de Campo Grande. São apuradas supostas irregularidades na aquisição de materiais de construção e prestação de serviços.

Veja Mais
Investigado pelo Gaeco é condenado a 21 anos de prisão por tráfico
Gaeco apreende documentos para investigar contratação de servidores

O juiz da 2ª Vara da comarca daquele município expediu a ordem judicial a pedido da promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social, em razão da ausência de documentos requisitados pelo Ministério Público junto à administração municipal, no que se refere às investigações das irregularidades cometidas a partir de 2013.

A prefeitura, após receber a solicitação dos documentos, registrou boletim de ocorrência alegando que uma forte chuva danificou a estrutura da calha da sala de digitalização, onde ficavam guardadas as pastas. “A água caiu sobre os documentos (processos diversos) existentes em tal sala, danificando parte deles (molhando excessivamente); que o comunicante ainda tentou recuperar tais documentos, levando-os ao sol (fundos da prefeitura), todavia, acabou extraviando parte deles”, consta no registro policial.

Participam da operação três promotores de justiça e uma equipe de seis policiais militares integrantes do Gaeco que, entre outras provas, analisam os sistemas de informática da prefeitura. A equipe do Campo Grande News tentou contato com a chefia do executivo municipal durante a manhã, para que o caso fosse comentado, mas nenhuma das ligações foi atendida.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions