A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/12/2011 15:57

Gaeco fecha casas de prostituição em Dourados

Paulo Fernandes

Policiais Militares e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crime Organizado) com a Promotoria da Infância fecharam na noite de ontem duas casas de prostituição em Dourados (230 km de Campo Grande, na região Sul do Estado).

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

O primeiro local a ser fechado foi a “Casa de Massagem” na avenida Weimar Gonçalves Torres. Naquele estabelecimento foram presas Marta Terezinha Cardoso, de 44 anos, apontada como dona da casa de prostituição, e Patrícia dos Santos Ávila, de 26, que seria a gerente.

Várias mulheres estavam na casa. Uma delas confirmou, segundo o site Dourados News, que no local funciona uma casa de prostituição. Marta e Patrícia negaram à polícia o gerenciamento das garotas de programa, mas foram detidas e autuadas em flagrantes. Se condenadas, elas podem pegar até 5 anos de prisão.

Apesar de a prostituição não ser ilegal no Brasil, a exploração da profissão (o fomento à prostituição e a contratação de mulheres para atuarem como prostitutas) é crime.

Outra casa de prostituição fechada na operação fica no Jardim Flórida II. O local era conhecido como “antigo Bar da Alice”. Naquele endereço foi presa Maria da Glória Alves Jardim, de 35 anos, acusada também de explorar a prostituição. Ainda segundo o site Dourados News, no local havia cinco mulheres ou mais.

Motéis - Os policiais também foram a alguns motéis de Dourados. Em um dele, foi preso um jovem de 21 anos, que estava no quarto com um adolescente de 16 anos e dois travestis.

O jovem forneceu bebida alcoólica ao adolescente, que estava visivelmente embriagado, mas foi liberado pela polícia após pagar fiança de R$ 545.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



Isso porque não fizeram uma buscam surpresa em Campo Grande, pois qui tem muitas casas que necessitam uma busca do GAECO.
 
Elizeu Ernani em 10/12/2011 04:32:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions